uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Avaliação ambiental de mega-centro comercial de Alverca está desactualizada

Edição de 26.02.2009 | Sociedade
O Estudo de Impacto Ambiental (EIA) do futuro mega-centro comercial Fórum Alverca encontra-se em consulta pública com dados desactualizados. O alerta foi dado pelo vereador da coligação Mudar Vila Franca, que apontou “contradições” entre as alterações na circulação rodoviária previstas na avaliação de impacto ambiental, elaborada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR-LVT) e as soluções previstas na revisão do Plano Director Municipal. A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira admite que “as peças do Instituto de Estradas de Portugal têm aparentes contradições porque a solução urbanística fornecida pela autarquia ao instituto não é final”. Manuel Pereira da Silva, técnico da divisão do urbanismo, reconheceu que o Instituto de Estradas de Portugal deu o seu parecer ao projecto com base numa realidade em relação à qual “a câmara ainda não tem posição oficial”. O tráfego na zona da futura superfície comercial irá implicar o aumento do diâmetro da rotunda junto ao hipermercado Jumbo, o alargamento das vias de acesso e a criação de uma passagem secundária para os veículos com origem na Rua Vilar Queiroz que pretendam seguir para a auto-estrada do Norte, refere o estudo que se encontra em consulta pública. O documento recomenda ainda a criação de uma passagem secundária que ligue a via de acesso à auto-estrada à Nacional 10, devendo a via que liga a rotunda do Jumbo ao nó da auto-estrada deverá ser alargada, tal como a Rua Vilar Queiroz para quatro vias. Na revisão do PDM, as propostas feitas pela autarquia ao longo da discussão pública passavam pela redução de importância da Rua Vilar Queirós e o escoamento de grande parte do trânsito daquela área pela futura variante de Alverca.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...