uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Avião esquecido em “Alverca Cidade Aeronáutica”

Avião esquecido em “Alverca Cidade Aeronáutica”

Aparelho apresenta sinais visíveis de degradação

Um Alpha jet cedido pela Força Aérea portuguesa vai aterrar em breve numa das rotundas de Alverca. Enquanto esse dia não chega um outro aparelho colocado numa das escolas da cidade vai-se degradando lentamente, sem qualquer conservação. OGMA já se disponibilizou para efectuar uma vistoria.

Edição de 26.02.2009 | Sociedade
Numa altura em que Alverca se prepara para receber mais um avião, cedido pela Força Aérea Portuguesa (FAP) para embelezar uma das rotundas da cidade, O MIRANTE constatou que um outro aparelho colocado na Escola Secundária Gago Coutinho, está a deteriorar-se sem que nada seja feito.Oferecido pela FAP ao estabelecimento de ensino, o T-37 apresenta sinais visíveis de desgaste que comprovam a falta de limpeza e conservação. Fonte escolar confirma que o avião está na escola há mais de dez anos e que durante esse período não foi feita qualquer manutenção da estrutura.Mas esse parece ser o grande problema. Em Alverca - “cidade aeronáutica” não há quem assuma a responsabilidade da conservação do “monumento”. Contactado pelo nosso jornal o Conselho Executivo da escola afirma que cabe à Indústria Aeronáutica de Portugal SA (OGMA) a responsabilidade de manter o bom estado do avião.De acordo com o assessor da empresa, a OGMA “faz manutenção a aviões que voam e não de estátuas que estão paradas há anos”. Nuno Gomes garante que a empresa não teve nenhuma intervenção na colocação do avião na escola, mas refere que no âmbito do bom relacionamento que existe com o estabelecimento de ensino, foi feita uma vistoria ao aparelho por elementos da empresa há cerca de quatro anos. O objectivo era o de avaliar o estado e o número de horas de trabalho necessárias para fazer a manutenção da estrutura. A ideia não foi para a frente na altura, mas o assessor deixa uma garantia para o futuro. “Se nos fizerem chegar um pedido oficial para se efectuar uma nova vistoria ao avião estamos abertos a ajudar”.O presidente da Junta de Freguesia de Alverca do Ribatejo não assume qualquer responsabilidade na conservação do avião. Afonso Costa afirma que o aparelho foi oferecido pela FAP à escola e que a junta não tem nenhuma obrigação de fazer a sua manutenção, já que isso está fora da jurisdição da autarquia.Afonso Costa garante que a junta de freguesia assumiu um compromisso com a FAP, mas para a manutenção do avião Alpha Jet que deverá ser colocado numa das rotundas da cidade, como O MIRANTE já noticiou. “Havia alguma relutância na cedência de aparelhos por parte da Força Aérea uma vez que alguns que foram cedidos a autarquias para embelezamentos exteriores se encontravam degradados. Mas disponibilizámo-nos para assinar um protocolo garantindo a manutenção do avião, com o apoio da Força Aérea, e o nosso pedido foi despachado favoravelmente”, referiu então o autarca ao nosso jornal. Tentámos contactar a Força Aérea Portuguesa, mas até ao fecho da edição não obtivemos qualquer resposta.
Avião esquecido em “Alverca Cidade Aeronáutica”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...