uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Caro munícipe Serafim das Neves

Caro munícipe Serafim das Neves

Edição de 23.04.2009 | E-mails do outro mundo
O regresso do professor Carmo a Santarém deve ser devidamente saudado. A concelhia do PS, capitaneada pelo batalhador José Miguel Noras esgadanhou-se meses a fio mas conseguíu tirar um coelho da cartola. Embora o candidato à presidência da câmara não tenha bicípes de culturista, estamos perante uma candidatura poderosa. Moita Flores deve ter estremecido ao ler a notícia. Ele nunca o irá confessar mas eu tenho a certeza que estremeceu.Eu gosto muitos destes filmes da política. O suspense. A meditação. O secretismo. A emoção. A decisão final com votos em branco e em preto. É algo de que nunca me canso. Não sei se te lembras mas o Miguel Noras regressou há meses e meses do exílio de Lamego para fazer esta escolha. Para arranjar um candidato que arrasasse Moita Flores e varresse o PSD da Câmara. Era preciso escolher alguém especial. Alguém que não fizesse parte deste círculo apertado e fechado de Santarém. Uma pessoa de vastos horizontes. António Carmo já viu mundo. Está em Lisboa há tempo suficiente para saber como se enxofra. É um dos vice-presidentes da Segurança Social, cargo que lhe deu mais visibilidade que ao Moita Flores a televisão. E também escreve. Está à altura do adversário. Não escreve livros mas escreve relatórios. E há relatórios muito mais interessantes que o guião da Ferreirinha, como sabes.O professor Carmo, a que alguns insistem em confundir com o professor Karma, é uma boa malha. Todos os partidos deveriam fazer o que fez o PS de Santarém. Atacar o mal pela raiz antes que ele ganhe proporções incontroláveis. Moita Flores está no primeiro mandato. Não tem maioria absoluta. Era preciso atalhar agora. Levá-lo de vencida. Destroná-lo. Na pior das hipóteses impedir que ele reforçasse a sua posição. E pimba. Aí está o Carmo! Caiu-lhe em cima o Carmo e a seguir virá a Trindade, calculo. Eu sei que já devia ter mudado de assunto. Que me estou a estender em louvores à argúcia do José Miguel Noras. Mas o que queres, estou vergado ao peso da sapiência política. Boquiaberto com a excelência estratégica. Valeu a pena esperar para ver. Vamos ter um verdadeiro choque de titãs nas autárquicas de Santarém. Vou comprar bilhetes na primeira fila para ver. E ainda faltam os outros candidatos. Isto promete. Finalmente a capital de Distrito merece o título.Uma coisa que me tem intrigado é as eleições que estão marcadas para Junho. Acho que é 7 de Junho. Sabes o que se passa? São eleições para quê? Para a Casa do Benfica? Para a Casa do Sporting? Eu até agora só ouvi falar nas autárquicas. Sei que as eleições para a Assembleia da República também são este ano mas dessas ainda nem se fala muito. Agora essas de Junho???? E já agora diz-me uma coisa. Aquele senhor de bigode branco que está nos cartazes é candidato a alguma câmara municipal?Eu passo sempre pelos cartazes a abrir e não consigo ler tudo mas acho que fala lá em europeu. Será o campeonato europeu de futebol? O homem é candidato à presidência da UEFA? Olha, olha do que me fui lembrar agora por causa do futebol…não há nenhum partido que aproveite a massa crítica que há no associativismo futebolístico???!! Eu acho que o presidente da Associação de Futebol de Santarém,, por exemplo, poderia dar um bom candidato à câmara. Até já estou a imaginar os áutedóres com frase bombástica: “Vote no Manhoso!”. Que tal??!!Um abraço bem sufragadoManuel Serra d’Aire
Caro munícipe Serafim das Neves

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...