uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
A maior feira internacional da cortiça é em Coruche

A maior feira internacional da cortiça é em Coruche

Inauguração do Observatório do Sobreiro e da Cortiça durante certame que se realiza de 29 a 31 de Maio

Coruche é o maior produtor mundial de cortiça, com cinco milhões de rolhas a serem produzidas diariamente em fábricas que laboram no concelho. As suas potencialidades no mercado internacional, através da sua sustentabilidade ecológica e das suas múltiplas utilizações, serão discutidas em debates.

Edição de 06.05.2009 | Sociedade
Dinâmica económica com consciência ambiental é um dos motes da Feira Internacional da Cortiça (FICOR), que a Câmara de Coruche vai organizar de 29 a 31 de Maio e que apresentou no restaurante Portugalidade, em Lisboa. O presidente do município, Dionísio Mendes (PS), recordou na conferência de imprensa que Coruche é o maior produtor mundial de cortiça, com cinco milhões de rolhas a serem produzidas diariamente em fábricas que laboram no concelho.Para o autarca, o montado de sobro constitui-se como um ecossistema mais equilibrado, essencial para a qualidade de vida e preservação ambiental. “Quando produzimos cortiça estamos a garantir o futuro económico e ambiental do país. Tenho um grande apreço pelas coisas do campo. Como presidente da câmara e coruchense farei tudo ao meu alcance para divulgar o melhor que temos”, afirmou o autarca durante a apresentação da FICOR. A feira terá uma forte componente técnico-científica, com a presença de especialistas nacionais e internacionais, para debater a sustentabilidade e valorização do montado de sobro. Destaca-se ainda, a 29 de Maio, a inauguração do Observatório do Sobreiro e da Cortiça, que vai receber no seu auditório especialistas de todo o mundo. Um equipamento projectado pela autarquia coruchense para ser um centro de investigação destinado a apoiar a produção.As potencialidades da cortiça no mercado internacional, através da sua sustentabilidade ecológica e das suas múltiplas utilizações, serão discutidas em debates sob a coordenação e moderação da jornalista Fátima Campos Ferreira, responsável pelo programa Prós e Contras da RTP.Uma passagem de modelos denominada “Coruche Fashion Cork”, irá apresentar peças inspiradas na cortiça e com base nessa matéria-prima e nos seus derivados a cargo do estilista Luís Buchinho. Será abrilhantada por conhecidos modelos nacionais e apresentada por Ana Maria Lucas, na sua reaparição pública após ultrapassar um problema de saúde. Haverá ainda um pequeno desfile organizado por alunos do 12.º A da Escola Secundária de Coruche com materiais reciclados. Com epicentro no parque do Sorraia, zona ribeirinha de Coruche, uma praça de restauração contará com três conceituados restaurantes que irão apresentar ementas em torno da carne de toiro bravo. Um Casino do Vinho proporcionará a diversão na procura de novas castas, novos vinhos ou na redescoberta de outros, enquanto no Eco-Parque vão estar disponíveis bicicletas e SegWays para os visitantes e uma mostra de veículos amigos do ambiente. Nas quintas pedagógicas as crianças vão poder observar os animais típicos do montado, o que constitui um desafio para os visitantes urbanos. Para os mais novos irão estar à disposição parque infantil, parque radical, canoagem no rio Sorraia e passeios a cavalo e em balão de ar quente como outros motivos de interesse.   No parque do Sorraia será montada uma tenda com 1.800 metros quadrados onde vão ficar instalados os stands institucionais e empresariais. Haverá também um secretariado da FICOR, recepção FICOR, um centro de imprensa, um anfiteatro, o espaço Coruche Inspira e a Loja do Montado.
A maior feira internacional da cortiça é em Coruche

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...