uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
José Jorge Borrego

José Jorge Borrego

Vendedor de Farturas, 56 anos, Samora Correia

“Os touros fazem parte da nossa tradição. As pessoas gostam. Os direitos dos animais são coisas de burguesia. Os decisores devem ouvir a multidão. É uma tradição que é nossa e de Espanha. Os animais devem ser tratados por nós. É como a história de criticarem a utilização de animais no circo. Adoro circo, cresci perto daquele ambiente e garanto que os leões são mais bem tratados ali que no jardim zoológico”.

Edição de 14.05.2009 | Agora falo eu
Como é quem têm evoluído as festas populares?Estão muito mais fracas. As pessoas continuam a ir às festas e feiras, mas não se divertem. Não têm poder de compra e vêm sem consumir. Nesta época os políticos também vêm às feiras e festas para passar a mão na cabeça das pessoas, mas sem as ajudar e desprezando os feirantes. Que pensa dos autarcas nacionais?Andam muito meiguinhos para as pessoas, mas são os mesmos de sempre. Agora há excepções. O Presidente da Câmara Municipal de Santarém não devia ser presidente de câmara, mas sim Primeiro-Ministro! Ele percebe bem da vida, recebe as pessoas bem, vai ver se as coisas estão a correm bem ou mal. Cumprimenta tanto o mais miserável como o mais rico. Nota-se a crise no consumo?Sim. Isto está mesmo mau. As pessoas vêm os artigos e não compram. Gosta de doces?Não gosto muito, nunca tive grande preferência por doces. Não é por razões de saúde, nem pelas recomendações que os médicos fazem, simplesmente não aprecio e como poucos. Vai tirar férias este ano?Antigamente ainda parava, mas agora não posso. Chego a ir trabalhar só para não parar a actividade. Com as dificuldades com que estou não posso parar. Agora, entre feiras, sou obrigado a esperar que o tempo passe até à próxima. Costuma ir ao cinema?Não, porque os bilhetes são caros. Vejo filmes na televisão quando há um bom. Acho que em Portugal fazemos bons filmes, mas nos últimos tempos não tenho visto. Quais os seus gostos musicais?Costumo pôr música popular e ambiente, quanto estou a trabalhar. Em casa, é para descansar, gosto mais do silêncio. Concorda com a existência de touradas?Os touros fazem parte da nossa tradição. As pessoas gostam. Os direitos dos animais são coisas de burguesia. Os decisores devem ouvir a multidão. É uma tradição que é nossa e de Espanha. Os animais devem ser tratados por nós. É como a história de criticarem a utilização de animais no circo. Adoro circo, cresci perto daquele ambiente e garanto que os leões são mais bem tratados ali que no jardim zoológico. Como é que lida com a informática?Não posso lidar. Se comprar um computador é caro e um serviço de Internet são mais 40 euros, não ganho para isso. Só indo roubar. Os ladrões é que estão bem. Vivem em bairros de minorias, protegidos por partidos como o Partido Comunista para conseguir ganhar votos. O Primeiro-Ministro também é culpado. Soltam os criminosos antes de acabarem a pena, facilitam-lhes a vida e até as suas mulheres podem ir lá para os satisfazer. Assim, compensa estar na prisão.
José Jorge Borrego

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...