uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Elisabete Jacinto apresentou o novo camião de competição em Alverca

Elisabete Jacinto apresentou o novo camião de competição em Alverca

Piloto portuguesa espera “ter mãozinhas” para o MAN TGS, um dos melhores do mundo

Considerado um dos melhores camiões de série do Mundo, o MAN TGS foi desenvolvido, durante os últimos três meses, na fábrica da marca Alemã, sediada em Alverca. Em entrevista a O MIRANTE, Elisabete Jacinto critica a organização do Dakar e explica o seu acidente.

Edição de 14.05.2009 | Desporto
Depois de há quatro meses ter visto o seu “velhinho e rodado” MAN M2000 ser devorado pelas chamas no decorrer da 5ª etapa do Dakar Argentina Chile, Elisabete Jacinto e o Team Oleoban/MAN Portugal apresentaram o MAN TGS. O camião com que a piloto irá participar nas próximas competições internacionais de todo o terreno.Considerado um dos melhores camiões de série do Mundo as diferenças com o anterior modelo são evidentes. “O outro tinha um motor de 7000 centímetros cúbicos e este chega aos 12000. Tem cerca de 550 cavalos e é mais potente que o MAN M2000 que só tinha 450 e já muito trabalhados. Em termos de dimensões, é mais alto, maior e mais pesado. O arranque é excelente e tem um sistema de travagem mais moderno e eficaz”, explica a piloto, em entrevista a O MIRANTE, na quinta-feira, 7 de Maio, dia da apresentação do camião.A “máquina” foi preparada durante os últimos três meses, na empresa Hydraplan, em Alverca do Ribatejo e os objectivos estão traçados. “Com este novo camião posso passar já para o grupo dos mais potentes, assim eu tenha mãozinhas para o conduzir. Acima de tudo ambiciono um dia fazer um bom resultado”, revela a piloto.Elisabete Jacinto lamenta ter tido pouco tempo para, em conjunto com os mecânicos, preparar o MAN TGS e por isso ainda não o testou devidamente. “Ainda não tenho muito bem a noção do comportamento dele. Mas do que já andei, apercebi-me que é um camião diferente do outro. Agora vou ter que aprender tudo outra vez”, diz a piloto em tom de brincadeira.Elisabete Jacinto partiu segunda-feira, 11 de Maio, para Marrocos com o objectivo de testar e “aprender” a conduzir a nova máquina tendo no horizonte a participação no Rali Transibérico, a prova portuguesa da Taça do Mundo de Todo o Terreno. “Vai ser aí o meu grande início com este camião. Tem a vantagem de ser em Portugal mas o inconveniente de ser uma prova mais difícil com caminhos estreitos, sinuosos e com muitas árvores”, relata Elisabete. Em Outubro a piloto vai participar no rali de Marrocos, última prova antes do Dakar.O acidente no último Dakar Argentina/Chile na primeira pessoaA organização do Dakar Argentina/Chile cometeu muitos erros que deixaram a piloto triste. Elisabete Jacinto vai mais longe e responsabiliza a organização e a forma incorrecta como a prova foi organizada, pelo seu acidente que destruiu o MAN M2000 durante a quinta etapa da prova, quando a piloto liderava a categoria e ocupava a 11ª posição absoluta.“Vamos todos pela mesma pista porque não se pode sair. Há ervas e mato por todo o lado. O piso degrada-se e os carros ficam pendurados porque os sulcos são mais fundos que a altura do chassis. No meio daquelas nuvens muito densas de pó não conseguíamos ver nada. Num momento em que levantei o pé, senti que bati numa coisa forte que me fez parar o camião. Na altura achei que tinha estragado o radiador. Fiquei chateada, fiz marcha-atrás, o camião desligou-se e o meu navegador diz, “faz marcha-atrás que está a arder”. Eu ainda mal tinha visto que era um carro que vinha à minha frente. Faço marcha-atrás pela segunda vez, acelero mais, o camião vem para trás, mas o carro vem agarrado. Não pensei mais um segundo e saí para pegar no extintor, só que o carro tinha 300 litros de gasolina. Não havia extintores que conseguissem apagar aquele fogo. Foi muito difícil de suportar. Aquele camião tinha tantas horas de dedicação, de empenho de sonhos, expectativa, e ficou tudo ali. Foi duro”, relata emocionada Elisabete Jacinto.
Elisabete Jacinto apresentou o novo camião de competição em Alverca

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...