uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Escola Superior de Desporto de Rio Maior terá novas instalações em 2011

Escola Superior de Desporto de Rio Maior terá novas instalações em 2011

Investimento de 16 milhões de euros vai por fim a quase 12 anos sem instalações próprias
Edição de 13.05.2009 | Economia
O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Mariano Gago, presidiu segunda-feira à assinatura dos protocolos de contrução das futuras instalações da Escola Superior de Desporto de Rio Maior (ESDRM) do Instituto Politécnico de Santarém (IPS) e à colocação simbólica da primeira pedra. O investimento virá pôr fim à carência de instalações próprias, à ausência de cantina e de uma residência para estudantes, que se verifica desde que a escola foi criada em 5 de Dezembro de 1997. Num terreno a cerca de 500 metros do pavilhão multiusos, onde a ESDRM tem funcionado, será edificado um complexo com cerca de 42 mil metros quadrados. Estão projectados três edifícios. O edifício escolar com mais de nove mil metros quadrados de área e a cantina (1.018 m2) começam já a ser construídos, enquanto para uma segunda fase fica a residência de estudantes (2.401m2).Como explicou a O MIRANTE a presidente da Associação de Estudantes da ESDRM, Teresa Sousa, a cantina e a residência são essenciais. “Sem cantina os estudantes tomam as suas refeições em cafés e restaurantes, o que sai bem mais caro. O mesmo acontece com os alunos que ficam instalados em quartos alugados na cidade. Pelo que sabemos, a capacidade das futuras instalações vêm ajudar bastante”, sublinhou.No edifício escolar haverá espaços de anfiteatro e salas de aula, área administrativa e da direcção, gabinetes de professores, biblioteca, laboratórios e oficinas para ensino e investigação. O edifício da cantina terá um refeitório para perto de 150 alunos, além de bar, cozinha, espaço para a associação de estudantes e zona de convívio. A residência de estudantes terá capacidade para 120 alunos em permanência, com quartos duplos, simples e adaptados para pessoas com deficiência.Para o presidente da ESDRM, Abel Santos, a situação da escola não é consentânea com o funcionamento de uma instituição de ensino superior, pois funciona no pavilhão multiusos que partilha com feiras, festas e outros festivais. “Só um projecto educativo sólido pôde afastar essa imagem negativa. Os alunos foram contestatários mas compreensivos, sabendo separar a qualidade do ensino da qualidade das instalações”, recordou. Emocionado, o presidente da Câmara de Rio Maior recuou a 1996 quando se sonhou com a criação da ESDRM e reconheceu o apoio que os alunos têm dado à escola e à cidade. “Mudaram várias vezes de instalações precárias mas nunca protestaram contra Rio maior. E tiveram e têm grande importância para a nossa terra”, realçou Silvino Sequeira (PS), arrancando fortes aplausos.A presidente do Politécnico de Santarém, Maria de Lurdes Asseiro, agradeceu o apoio da autarquia riomaiorense e lembrou que o contrato de financiamento do projecto deve ser assinado em breve, depois de já ter sido assinado o auto de consignação da obra. “A construção deverá desenvolver-se ao longo dos anos de 2009, 2010 e 2011, sendo de esperar que esteja concluída para funcionar no ano lectivo 2011-2012”, anteviu. O ministro Mariano Gago elogiou o trabalho da ESDRM e dos politécnicos no ensino público mas preferiu deixar uma mensagem de responsabilidade, exigência e organização às instituições do ensino superior. “Um terço dos jovens com 20 anos frequenta o ensino superior, o que é excelente se pensarmos o progresso que houve desde o 25 de Abril. Mas devíamos estar no dobro desse número. Quanto à ESDRM, agora é só construir e cumprir prazos e orçamentos”, concluiu. O projecto tem um custo total previsto superior a 16 milhões de euros, financiado pela União Europeia com 10,4 milhões de euros. O Estado comparticipa com 4,4 milhões de euros e a Câmara de Rio Maior com um milhão de euros. Actualmente com cinco licenciaturas, três mestrados, vários cursos de pós-graduação e programas de formação contínua, a ESDRM possui cerca de 800 alunos, 60 professores e 15 funcionários.
Escola Superior de Desporto de Rio Maior terá novas instalações em 2011

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...