uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Um recenseamento em bolandas

Um recenseamento em bolandas

Edição de 13.05.2009 | O Cartoon da Notícia
O Sistema de Informação e Gestão do Recenseamento Eleitoral está a baralhar os cadernos eleitorais de tal maneira que já ninguém se entende. Os casos anedóticos sucedem-se e nem sempre são resolvidos. Nos cadernos eleitorais da Junta de Freguesia de S. João Baptista, no Entroncamento, consta agora um cidadão que reside em Ortiga, concelho de Mação. E há um outro que está inscrito duas vezes. A presidente daquela autarquia, Teresa Martins (PSD, diz que os seus serviços estão cansados de insistir com a Direcção-Geral da Administração Interna para resolver aqueles e outros problemas mas sem resultado.A nova Lei 47/2008 que tornou o recenseamento automático para os jovens que atinjam a idade de votar e para os restantes cidadãos que passem a ter o Cartão do Cidadão (que substituiu o Bilhete de Identidade) está na origem do mal. O sistema de gestão do recenseamento baseia-se nos Códigos Postais dos CTT que nem sempre correspondem à divisão territorial das Freguesias e isso tem dado mau resultado em quase todas as freguesias. Muitos autarcas dizem que o pior vai acontecer no dia das eleições quando muitos cidadãos descobrirem que, apesar de terem vivido toda a vida na mesma terra vão ter que ir votar a outras terras que nem conhecem.
Um recenseamento em bolandas

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...