uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Associação dos Amigos dos Animais sem dinheiro para construir novo canil

Associação dos Amigos dos Animais sem dinheiro para construir novo canil

Autarquia de Vila Franca diz que já fez a sua parte ao ceder o terreno

A Associação dos Amigos dos Animais de Vila Franca de Xira não tem meios financeiros para mandar construir um novo canil. Câmara já cedeu terreno mas agora terá de ser a associação a apresentar um projecto.

Edição de 21.05.2009 | Sociedade
A Associação dos Amigos dos Animais de Vila Franca de Xira (AAAVFX) tem terreno mas não tem dinheiro para construir um novo canil. Depois de em 2007 a Direcção Geral de Veterinária ter mandado encerrar o canil das Quintas, na Castanheira do Ribatejo, por falta de condições, a associação reclama ajuda da autarquia que já cedeu terreno.“A câmara de Vila Franca de Xira deu-nos um terreno na Vala do Carregado com 2500 metros para construirmos um canil mas não temos dinheiro. Como vamos construir um canil novo com as normas da Comunidade Europeia se não temos verbas?”, questiona Luísa Roque, uma das associadas da AAAVFX.Em 2007 o canil das Quintas, que pertencia a associação, foi obrigado a fechar portas por não reunir as condições mínimas de segurança e higiene. “Era normal que não tivesse condições. Tínhamos capacidade para 30 animais e chegou uma altura em que tínhamos 400 cães. Agora estamos a deparar com animais abandonados e não os podemos recolher”, relata a Luísa Roque.Aquando do encerramento do canil das Quintas alguns dos canídeos foram divididos pelos associados, outros entregues a união zoófila e aqueles que estavam doentes “foram adormecidos”.“Se não conseguíamos ter estruturas e manter 400 animais não acredito que a câmara consiga dar conta do recado. O canil municipal é pequeno, não tem gatil e nós tínhamos”, lembra Luísa Roque.A associação vive das cotas pagas pelos associados. Apesar de não haver canil a AAAVFX está activa. Continua a fazer esterilizações, movimenta-se no terreno e procura ajudar sempre que pode os animais abandonados.A Câmara de Vila Franca de Xira confirma a cedência do terreno situado nas proximidades da auto-estrada, entre as antigas instalações da Estação Fruteira e o bairro da Atral-Cipan, na Vala do Carregado.“Uma associação quando se candidata a terrenos que a câmara disponibiliza a 100 por cento, tem de ter, no mínimo, alguma estrutura financeira para que as coisas se concretizem. Terá de ser a associação a apresentar um projecto viável e em conjunto avaliaremos”, refere o vereador responsável pelo pelouro.Vale Antunes garante tratamento igual para a AAAVFX idêntico àquele que a autarquia tem tido com todo o movimento associativo do concelho. “A obra terá de ser custeada de acordo com aquilo que tem sido a colaboração da câmara municipal e as parecerias que faz com o movimento associativo”.O vereador lembra que a obrigação da autarquia é “ter o seu canil municipal cuidado onde as pessoas que vão buscar animais para adopção ou levá-los porque não têm condições para os sustentar, vejam e sintam que o canil tem boas condições”.Canil municipal será melhorado, ampliado e terá vertente gatilActualmente com cerca de 70 animais, e com capacidade para 80 cães, o canil municipal vai sofrer obras de melhoramento e ampliação. “A adjudicação dos trabalhos foi feita recentemente. A capacidade para os canídeos vai aumentar e penso que daqui por dois meses teremos também a vertente de gatil”, refere o vereador.No ano passado, foram recolhidos pelos serviços camarários 241 animais. A este número juntam-se os cães entregues pelos donos à instituição. Em sentido inverso foram doados 266 animais durante o mesmo período.Com três funcionários, o canil tem de ter algumas boxes disponíveis para situações de sequestro de animais perigosos a pedido das autoridades. Vale Antunes considera que a infra-estrutura serve as capacidades dentro de certos limites. “Se houver um fluxo muito grande e isso acontece no verão e pós-caça, em que se a relação doação/recolha, não for compatível pode criar dificuldades”, assegura o autarca.Qualquer pessoa pode dirigir-se ao canil municipal, situado na Vala do Carregado, e levar um cão para casa. Mas terá de pagar as vacinas, legalização e o chip de identificação.
Associação dos Amigos dos Animais sem dinheiro para construir novo canil

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...