uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Séniores mostram vitalidade em festa da flor

Séniores mostram vitalidade em festa da flor

Ginástica, marchas populares e artesanato marcaram dia dedicado aos idosos

Festa reuniu centenas de séniores de todo o concelho. Flores de papel deram boas-vindas à jornada de animação para quem se mantém jovem por dentro

Edição de 21.05.2009 | Sociedade
Um guarda-chuva feito de flores de papel e um sorriso nos lábios foram o cartão-de-visita de Margarida Barra, 68 anos, antes de partir para o desfile de marchas populares que encerrou na quarta-feira, 13 de Maio, a Festa da Flor, dedicada à população idosa. A sénior da Castanheira do Ribatejo foi uma das centenas que acorreram à Quinta da Piedade, na Póvoa de Santa Iria, concelho de Vila Franca de Xira, para um dia de convívio organizado pela câmara municipal. “Viemos há um mês para aqui, e fomos preparando tudo para o dia de hoje”, relata a idosa. O arco da Associação de Apoio à Terceira Idade da Castanheira do Ribatejo (APATI) vai encher o cortejo com tons de amarelo e azul, mas quem irá na frente será a instituição da casa, a Associação de Reformados e Idosos da Póvoa de Santa Iria (ARIPSI). Maria Leonor Cardoso, 61 anos, antiga moradora na Portela de Sacavém, hoje povoense, é uma das participantes que mostra entusiasmo perante a iniciativa. “O desfile da flor é lindíssimo, com flores de papel feitas por nós. Mas antes ainda vamos ter uma sessão de ginástica em grupo com um professor que é bailarino, e à tarde o coro da Universidade Sénior”. A manhã foi passada entre jogos tradicionais, pontuados por actuações de grupos de jovens, como os ginastas da Fundação CEBI ou os cantores da Cerci Póvoa. Os idosos, entretidos a conversar, jogar ou na exposição de artesanato que esteve patente no palácio foram mostrando a resistência de quem conta mais anos de vida. Ao sol de Maio, Donzília Janelas, da Associação de Pensionistas, Idosos e Reformados de Vialonga (ARPIV), aguardava com os amigos o início da parada. “Estou à espera de ver as pessoas que andam na ginástica fazerem os trabalhos delas”, conta a O MIRANTE. De Vila Franca Xira, vinham Velédia Rodrigues, e Crisalina Real, 69 anos, do Centro Unitário e Popular de Idosos de Vila Franca de Xira (CURPIV). “Vimos cá todos os anos. É uma tradição muito boa”, garantiam as idosas, que se preparavam já para o desfile.À chamada do professor Josef, são dezenas os idosos que se perfilam debaixo da tenda, em frente ao palco. As instruções do bailarino, que dá aulas de ginástica em várias instituições do concelho, são seguidas com precisão. Já no descanso, a presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira sobe ao palco para discursar, em jeito de campanha, e traz a actriz sénior Lurdes Norberto. O tempo corre a favor do desfile, e meio distraídos, os idosos dão mostras de querer ir trocar de roupa, e envergar os trajes do desfile. Meia hora depois, soa nos altifalantes uma música de compasso popular que com versos sobre as onze freguesias do concelho. E as flores de papel, nos vestidos, e nos adereços, surgem de várias cores. “No fim, Maria da Luz Rosinha admite que “já percebeu de onde vinha a pressa. O desfile está ainda mais bonito que no ano passado”. Os idosos sorriem e preparam-se para a fase do almoço. “Auguenta Coração” e a genica do Forte da Casa “Falei com a médica e foi ela que me aconselhou a começar com a ginástica”, relata Amélia Avelar. A sénior esconde, sob a pele cor de bronze de 77 anos de vida, a energia que a leva, duas vezes por semana, a praticar ginástica no âmbito da iniciativa “Auguenta Coração”, dedicada à actividade física para idosos. “Não costumava fazer exercício quando trabalhava mas agora tenho mais tempo disponível. E depois da ginástica vamos para casa mais leves”, assegura. Rita Magalhães, logo ao lado, acrescenta. “E nestas iniciativas [Festa da Flor] temos um bocadinho mais de animação”. A força de vontade das idosas, como dos outros grupos que participaram na aula de ginástica ao ar livre, impressionaram a actriz Lurdes Norberto, convidada para a iniciativa. “Foi uma lição para mim. Nunca tinha assistido a estas sessões e eles mexem-se tão bem. Com tanta energia!”, notou a actriz. A arte da reciclagem não tem idadeA galeria de exposições da Quinta da Piedade encheu-se de artesanato por ocasião da Festa da Flor. Agripina Moreira, presidente da Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos da Póvoa de Santa Iria, uma das organizadoras, explicou a O MIRANTE que a mensagem da exposição passava por “reciclar objectos e mostrar como é possível colorir o ambiente de um local com este tipo de materiais”. As casinhas de bonecas construídas a partir de papel reciclado, os bonecos de diferentes materiais e os bordados e artigos em croché mostravam como se pode reutilizar e criar obras de artesanato.
Séniores mostram vitalidade em festa da flor

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...