uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Kenpo expande-se entre os jovens do concelho de Vila Franca de Xira

Kenpo expande-se entre os jovens do concelho de Vila Franca de Xira

Depois de Alverca, Castanheira do Ribatejo será próxima conquista

Aulas de kenpo chinês juntam mais de duas dezenas de alunos em A-dos-Melros, Alverca. A modalidade tem crescido nos últimos anos e vai ter no próximo fim-de-semana o seu campeonato nacional.

Edição de 28.05.2009 | Desporto
Ao cair da noite, em A-dos-Melros, freguesia de Alverca, cerca de duas dezenas de jovens vestidos de negro treinam os gestos técnicos de uma arte marcial mais complexa que o habitual. A classe de kenpo chinês, liderada pelo sivah (mestre) João Fernandes, aprende os estilos e as práticas de uma modalidade que vai ter o seu campeonato nacional no próximo dia 30 de Maio, na vila de Óbidos. A classe, que vai participar com vários elementos, é a única do concelho a praticar esta vertente do kenpo. Alinhados, frente a um dos alunos com maior graduação, os alunos respondem às instruções do mestre, exibindo em sucessão os gestos que treinaram de cada um dos estilos do kenpo. Para quem ainda não está apto em algum, a atitude é de prontidão e disciplina, ficado quieto durante os minutos dedicados aquele exercício, por respeito aos colegas. As brincadeiras fora de tempo são punidas com flexões e abdominais. Finda a demonstração, os exercícios são a dois, de ataque e defesa, para os mais velhos. Para quem ainda dá os primeiros passos, o treino para por aperfeiçoar as figuras de cada estilo. Andreia Sabino, 13 anos, é uma das praticantes que integra o grupo das duplas. “Em comparação, com modalidades como o judo, o kenpo é mais direccionado para a defesa. Tem mais técnica e dá mais importância à conservação da integridade de cada um”, explica a aluna, que frequenta há ano e meio aquela classe. Depois de passar pelo judo e pelo futebol, acabou por escolher o kenpo. O colega com que treina desta vez, David Carvalho, 14 anos, também cinturão amarelo, considera o kenpo mais difícil de aprender mas também mais entusiasmante que outras artes marciais. O jovem admite treinar em casa, sozinho, aperfeiçoando os gestos mais críticos. Para João Fernandes, a receita em cada treino e para cada praticante é simples. “Precisamos de ter disciplina e respeito”, explica o mestre. “Peço a cada um que não tenha de ser obrigatoriamente um bom atleta, mas sim um praticante esforçado”, sublinha. “É uma modalidade mais complexa que a maioria. Isto não é só dar pontapés! Há gestos e uma concentração que é necessário aperfeiçoar”. O contacto físico entre praticantes é mais frequente que noutras modalidades, mas permite equilibrar as diferenças físicas. A modalidade, criada por mestres chineses, dá aos aparentemente mais frágeis uma vantagem sobre os mais corpulentosMesmo em tempo de férias, o kenpo não deixa as mentes de quem o pratica descansarem. João Fernandes é adepto de trabalhos para casa e pede aos praticantes trabalhos de pesquisa sobre a modalidade. No concelho de Vila Franca de Xira, diz, o “kenpo está de boa saúde”. As aulas na Calhandriz, A-dos-Melros, e futuramente no novo pavilhão da Castanheira do Ribatejo provocam o optimismo do mestre. “Damos o nosso melhor para levar a modalidade mais longe”, garante.Um aluno para quem a força de vontade conta Igor Correia, 25 anos. Pratica kenpo há um ano e meio em A-dos-Melros e encontrou na modalidade uma razão para viver com mais confiança. Vítima, há cerca de oito anos de um acidente de viação, o jovem perdeu algumas das duas capacidades motoras e linguísticas, mas desde que iniciou a prática da arte marcial tem vindo a realizar progressos. “Faço exercício e ganho uma maior precisão nos gestos e na força que aplico em cada acção. Tenho mais confiança em mim”, garante Igor. O jovem que treina com os mais velhos, elogia a importância dada pelo kenpo às amizades. “Somos como uma família”, assegura.
Kenpo expande-se entre os jovens do concelho de Vila Franca de Xira

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...