uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
O tijolo de encaixe do senhor Hermínio

O tijolo de encaixe do senhor Hermínio

Edição de 27.05.2009 | Primeiro Plano
Hermínio Simões Santos, antigo ferroviário do Entroncamento, mostra com orgulho a sua invenção, patente que tem registada desde 1999 no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, embora o pedido tenha dado entrada em 1986. Trata-se de um sistema de tijolo de cimento de encaixe para construção de paredes, ao jeito do conceito Lego, e que na sua opinião pode evitar que as habitações abatam no caso de um abalo sísmico. “São tijolos inovadores porque permitem por processos estudados um tratamento eficaz topo a topo nas paredes de betão armado”, descreve. Desde a década de 80 que Hermínio Santos, que tem o sexto ano comercial, andava a matutar neste tijolo. A ideia levou meses a amadurecer e surgiu em noites de insónia. Surgiu quando assistiu aos desmoronamentos que se deram com os sismos de 1980 nos Açores. Por este motivo chegou a escrever para o presidente da Região Autónoma dos Açores para dar conta da sua invenção, mas a ideia não foi acolhida para sua tristeza. Hermínio Santos trabalhou 43 anos e três meses na CP e chegou a ser fundidor. Até ao momento nenhum fabricante apostou na invenção do antigo ferroviário. Considera que a indústria, que fabrica tijolos comuns há sessenta anos, fecha os olhos a novas concepções. “Não há nada como isto no mercado. Se houvesse um sismo e vivesse numa vivenda construída com este tijolo fugia para dentro de casa”, exemplifica. A patente está registada até 2016 e espera um investidor. Um sonho que Hermínio Santos Simões preserva aos 80 anos. Elsa Ribeiro Gonçalves
O tijolo de encaixe do senhor Hermínio

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...