uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Camionistas preocupados com de roubos de gasóleo no parque de pesados do Carregado

Camionistas preocupados com de roubos de gasóleo no parque de pesados do Carregado

GNR já registou várias queixas desde o início do ano

Vários assaltos aos tanques de gasóleo dos camiões estacionados no parque de pesados do Carregado estão a preocupar os motoristas. A GNR confirmou a O MIRANTE a ocorrência de furtos e até já deteve um dos ladrões em flagrante.

Edição de 28.05.2009 | Sociedade
Os camiões estacionados no parque de pesados do Carregado estão a ser alvo de assaltos que estão a preocupar os profissionais do volante. O objectivo dos larápios é roubar o gasóleo que está nos depósitos de combustível. O parque de pesados do Carregado, situado mesmo ao lado da auto-estrada do Norte, foi uma das soluções encontradas pela Câmara Municipal de Alenquer para manter os pesados afastados do centro da localidade. O espaço é usado diariamente por dezenas de camionistas de todo o país e durante a noite chega a proporcionar estadia a mais de meia centena de pesados.O terreno usado para parque de pesados é propriedade privada e foi cedido temporariamente à autarquia, que não assegura vigilância no local. “Temos conhecimento dos roubos de gasóleo e já recebemos algumas queixas. Mas não somos obrigados a assegurar vigilância nem temos meios económicos para o fazer”, explica Álvaro Pedro, presidente da Câmara Municipal de Alenquer. A iluminação nocturna no parque é pouca para as necessidades e os ladrões sabem passar despercebidos. “Chegam a assaltar camiões com os motoristas lá dentro a dormir, é impressionante”, critica Rui Fonseca, motorista. “Na maioria dos camiões a tampa do depósito não tem fecho, por isso qualquer pessoa consegue abrir. Depois é só meter uma bomba manual a puxar o gasóleo para uns garrafões”, lamenta. O gasóleo roubado, por não deter qualquer aditivo, é depois facilmente vendido em sucatas e no contrabando. Os motoristas que param no Carregado estão a ser avisados dos perigos por outros condutores, mas todas as semanas há quem seja apanhado de surpresa. “Vinha com pressa, parei o camião e fui para casa, moro ali no bairro. Na manhã seguinte o depósito estava seco”, lamenta um motorista que preferiu manter o anonimato. Segundo fonte da GNR de Alenquer, contactada pelo O MIRANTE, desde Janeiro já deram entrada cinco queixas por furto de gasóleo no parque de pesados do Carregado. Isto sem contar com os números do ano passado e com a quantidade de motoristas que nem chega a apresentar queixa no posto. “Num dos roubos o autor foi mesmo apanhado em flagrante quando a patrulha passava no local”, afiança a força policial. A GNR garante já ter identificado alguns suspeitos dos assaltos e está atenta. Nenhum dos suspeitos é da zona. Os motoristas estão solidários com a força de segurança. Afiançam que a GNR “passa no parque a todas as horas” e que melhor “só com um posto aqui montado”. Os condutores dizem a O MIRANTE que já equacionaram pagar a um guarda nocturno, mas a falta de consenso ainda não permitiu tirar a ideia do papel. Para além dos roubos de gasóleo, o parque de pesados do Carregado é ainda criticado pelos moradores que moram a escassos metros dos camiões, na urbanização da Barrada. Dizem que o barulho das arcas frigoríficas é “insuportável” durante a noite. A solução, segundo Álvaro Pedro, está a caminho: “O parque de pesados vai passar para um terreno da autarquia, junto a Cadafais, por baixo da A10. Já temos as autorizações da Estradas de Portugal e só falta planar o chão”. Sem explicar se o novo espaço vai ter vigilância, a edilidade garante que até ao Verão os camiões vão abandonar o Carregado.
Camionistas preocupados com de roubos de gasóleo no parque de pesados do Carregado

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...