uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Paparika do Mocho é opção para comer bem na Zona Industrial de Santarém

Paparika do Mocho é opção para comer bem na Zona Industrial de Santarém

Restaurante de Jorge e Eunice Carvalho funciona há sete meses com comida regional caseira
Edição de 06.01.2010 | Economia
O restaurante Paparika do Mocho é um oásis no meio dos pavilhões e armazéns de empresas da Zona Industrial de Santarém e ponto de encontro e de paragem para quem trabalha naquela área mas também de quem se desloca da cidade. Situado na rua do Matadouro Regional, entre o posto de combustível da Petroibérica e o concessionário BMW, o Paparika do Mocho apresenta capacidade para 80 clientes em duas salas de refeições divididas por dois pisos, num ambiente moderno onde impera o vermelho, o preto e o branco.À mesa, o restaurante não desilude os adeptos das comidas tradicionais. Há todos os dias três pratos diferentes, dois de carne e um de peixe. A lista é extensa e passa por molhinhos com feijão branco, dobrada, língua estufada, cozido à portuguesa, pernil no forno ou frango de caril, para dar exemplos de carnes. Nos peixes há, essencialmente, grelhados, com destaque para as lulas à casa. O restaurante serve ainda refeições para grupos com marcação com menus como arroz de cabidela, rodízio de mariscos ou muamba de galinha. O restaurante serve ainda refeições aos sábados. A garrafeira é composta, maioritariamente, por vinhos regionais ribatejanos e alguns alentejanos. Os doces são caseiros como é o caso da mousse de chocolate, pudim, torta laranja, suspiros com frutos silvestres, baba de camelo e doce de manga: Há ainda os doces próprios da casa: o “Espera Maridos”, à base de canela, e a “Baba de Moça”, à base de coco.Eunice e Jorge Carvalho, ambos com experiência anterior na gestão de uma pastelaria da cidade, referem que o negócio tem corrido de acordo com as expectativas de quem apostou num restaurante de zona industrial. “O melhor mesmo é virem experimentar”, convidam.O Paparika do Mocho funciona de segunda-feira a sábado, entre as 08h00 e as 23h00. A refeição tem um custo médio de sete e oito euros. Possui ainda espaço de cafetaria e zona para fumadores. Tem espaço de estacionamento próprio e também na zona industrial. Situa-se na rua do Matadouro Regional, lote 22.
Paparika do Mocho é opção para comer bem na Zona Industrial de Santarém

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...