uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Câmara de Alpiarça quer mais dinheiro da DREL para manutenção de escola

Edição de 06.01.2010 | Sociedade
O presidente da Câmara de Alpiarça considera insuficiente o dinheiro que o anterior executivo negociou com a Direcção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo (DREL-LVT) em contrato assinado em 16 de Setembro de 2009. Segundo Mário Pereira (CDU), as verbas acordadas para manter os edifícios da escola EB 2/3 não ultrapassam os 20 mil euros, o que considera manifestamente insuficientes. Quer para os manter como para proceder às intervenções de fundo de que necessitam. “Reuni há duas semanas com o director da DREL-LVT para tentar garantir que vai haver um reforço efectivo de funcionários da EB 2/3 e penso que mostrou alguma abertura. Também mencionei a necessidade de reparar o telheiro que liga os vários blocos da escola e a DREL vai assumir as obras. Postura diferente tem em relação ao apoio para uma intervenção de fundo na escola onde não notei a mesma abertura”, informou o autarca na assembleia em resposta a repto do eleito do seu partido, Celestino Brasileiro, na última sessão da assembleia municipal.Mário Pereira lamenta que a anterior maioria na câmara tenha assinado um acordo sem garantir as verbas necessárias para fazer face às despesas de manutenção dos edifícios da escola de segundo e terceiro ciclos. “Afirmou-se que iriam ser realizadas obras na escola até final do ano lectivo 2009-2010 mas o poder negocial foi quebrado com a assinatura do contrato. Muitos municípios, a maior parte não o assinou até à data”, recordou o edil de Alpiarça.Da conversa entre Mário Pereira com o director da DREL-LVT ficou de se agendar nova reunião com a presença da Câmara de Alpiarça, Agrupamento de Escolas e Associação de Pais da Escola EB /23.Recorde-se que a transferência de competências e meios do Ministério da Educação, que tutela a DREL-LVT, para as autarquias abrange a manutenção e conservação de edifícios escolares e a integração dos funcionários não docentes.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...