uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Meia centena de moradores de Alverca reclama construção de acesso ao centro da cidade

Meia centena de moradores de Alverca reclama construção de acesso ao centro da cidade

Obra na Rua de São Pedro está prometida há décadas e até já foi feito um abaixo-assinado

Há mais de uma década que quase 50 moradores da Rua de São Pedro, em Alverca, concelho de Vila Franca de Xira, reclamam pela construção de uma escada que os ligue à rua da Comeira, no centro da cidade.

Edição de 06.01.2010 | Sociedade
Quem mora na Rua de São Pedro, em Alverca, concelho de Vila Franca de Xira, só tem duas hipóteses para chegar ao centro da cidade: percorrer quase um quilómetro ao longo da Rua 9 de Agosto ou encurtar caminho através de um carreiro enlameado e perigoso que os próprios habitantes cavaram ao longo da encosta.Há mais de uma década que quase 50 moradores reclamam pela construção de uma escada que ligue a artéria onde vivem à rua da Comeira, perto do jardim municipal e dos Bombeiros Voluntários de Alverca. Apesar das constantes promessas e reuniões com a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira ainda nada foi feito para desespero de quem ali vive. Em Agosto de 2008 os moradores juntaram-se e realizaram um abaixo-assinado a exigir a construção da escada, que já era prometida muito antes das primeiras casas serem vendidas. “A presidente da câmara foi muito simpática para connosco, esteve aqui no local e viu com os técnicos o que podia ser feito. Disse que a construção da escada podia avançar em 2008 mas já passou um ano e meio e nada foi feito”, lamenta Alice Martins, primeira assinante do protesto.Outra moradora, Manuela Albergaria, lamenta que um processo tão simples como a construção de uma escada demore tanto tempo. “A câmara informou-nos que aquele local não serve porque é muito íngreme mas a construção da escada noutro local será ainda pior porque vai ficar mais longa. Uma escada em ziguezague pode suavizar a subida mas os degraus ficam lá. Aqui é uma escada muito mais pequena e fácil de subir que, além disso, fica próximo das casas”, conta a O MIRANTE.Outro morador da rua vai mais longe e diz mesmo que “se a escada for construída afastada das casas, muita gente vai continuar a usar o carreiro” construído pelos residentes e que não oferece condições de segurança. “Já houve gente a cair e a magoar-se a sério”, alertam os moradores. “Também nos preocupa o que será deste espaço, caso a escada não seja construída neste sítio. Vai continuar um local ermo e ao abandono a alimentar bicharada?”, questiona Manuela Albergaria.Segundo a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira o caso está ainda em estudo devido à forte inclinação do local inicialmente proposto pelo construtor e moradores. “A solução que apresenta melhor viabilidade é a construção de uma escada em ziguezague, numa encosta vizinha, mas que implica negociações com o proprietário por se tratar de um terreno privado”, esclareceu a autarquia na reunião pública do executivo realizada em Alverca. Ainda assim Maria da Luz Rosinha disse ter esperança que o caso fique resolvido ainda durante o ano de 2010. Os moradores lamentam também que a rua onde residem não tenha uma placa informativa com o nome ou tão pouco um contentor do lixo para quase 50 pessoas, obrigando quem ali vive a descer uma ladeira inclinada para depositar os seus resíduos, próximo da rua 9 de Agosto. A câmara municipal garante que as placas toponímicas serão colocadas até ao final do mês de Janeiro e que os contentores serão alvo de estudo.
Meia centena de moradores de Alverca reclama construção de acesso ao centro da cidade

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...