uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

A “Valores” afirma querer desmistificar negócio de compra e venda de artigos de ouro e prata

Objectivo do franchising é implantar-se em todo o país com uma rede de oitenta lojas
Edição de 13.01.2010 | Economia
A empresa Valores, situada no Largo Cândido Reis, em Santarém, dedica-se à compra e venda de objectos em ouro, prata, platina e outros valores. A reciclagem de ouro e as avaliações de metais preciosos como diamantes, jóias, obras de arte, relógios, entre outros são outros dos serviços que a empresa disponibiliza. Estas avaliações podem ser úteis no caso de existirem situações de partilhas ou inventários. A Valores efectua ainda a personalização de barras de ouro e trabalhos de restauros e reparações especializadas.A funcionar na capital scalabitana desde Setembro de 2009, a Valores é um franchising que tem como objectivo a implantação em todo o país com um total de oitenta lojas. O gerente da loja de Santarém, Valentim Pinhão, garantiu a O MIRANTE estar muito satisfeito com os primeiros meses em Santarém. “Estamos a obter resultados acima do que tínhamos previsto”, refere, acrescentando ainda que a meta da empresa para 2010 é abrir oito dezenas de lojas pelo país. Além da compra e venda de objectos em ouro e prata, a Valores também vende barras de ouro e libras para investimento. No site da empresa – www.valores.pt – o cliente pode ainda comprar objectos usados a preços mais acessíveis. Valentim Pinhão explica que no último ano o negócio tem-se expandido devido à alta cotação do ouro. Que quadruplicou o seu valor na última década tornando-o, na opinião do empresário, um investimento seguro.A Valores diz que surgiu para preencher um nicho de mercado que estava por explorar. “O negócio de compra e venda de ouro existe há muitos anos. Mas sempre foi encarado como algo clandestino onde as pessoas efectuavam a compra ou venda de peças valiosas quase em segredo. Quisemos desmistificar este negócio desenvolvendo-o de modo a que as pessoas possam ter acesso a um serviço de qualidade e sem necessidade de se esconderem”, afirma o empresário.Valentim Pinhão procura tornar o negócio da compra e venda de artigos em ouro e prata visível com uma imagem atractiva. O principal objectivo é mudar a mentalidade das pessoas. Relógios em ouro são as peças que os clientes mais entregam. O empresário não consegue quantificar a peça mais valiosa que já compraram ou venderam, mas dá o exemplo de uma barra de ouro de mil gramas que vale mais de 20 mil euros.Qualidade no serviço prestado ao cliente e a imagem que passam são características imprescindíveis ao sucesso da empresa. A Valores está aberta ao público de segunda a sexta-feira das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 19h00 e aos sábados das 10h00 às 13h00.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...