uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
“Brigadas do Amarelo” ensinam a reciclar

“Brigadas do Amarelo” ensinam a reciclar

Alunos da EB 1,2,3 do Bom Sucesso alertam para a questão ambiental

Reciclar mais e melhor. É este o objectivo do projecto “Brigadas Amarelas”, que ensina a separar as embalagens e a acondicioná-las correctamente no “Embalão”. A iniciativa abrange 9 escolas básicas do concelho de Vila Franca de Xira e conta com a participação de 2250 alunos. O objectivo é que estas acções ultrapassem o universo escolar e envolvam a comunidade.

Edição de 13.01.2010 | Sociedade
O projecto “Brigadas do Amarelo” arrancou esta terça-feira, 12 de Janeiro, na EB 123 do Bom Sucesso, em Alverca. A iniciativa visa promover o incremento da separação selectiva de embalagens (plástico, metal e pacotes de bebida) nas unidades de ensino, utilizando um saco específico, com vista à reciclagem, que é colocado no Ecoponto Amarelo, conhecido como “Embalão”.Esta acção parte de uma parceria entre a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e a Valorsul, no sentido de incentivar a reciclagem nas escolas do ensino básico do concelho. O objectivo é criar uma dinâmica de multiplicação de conhecimentos e motivações, que transponha o espaço escolar e que envolva também a comunidade local.São muitas vezes as crianças os principais sensibilizadores e motivadores para a reciclagem, como sublinha a professora Leonor Rolo. “Este projecto está também no nosso Jardim de Infância precisamente por isso. Quando mais cedo se começar a perceber a importância destes comportamentos melhor. E os nossos alunos levam a mensagem para casa e são eles que incentivam os pais a reciclar e a saber separar as embalagens”, explica a coordenadora do projecto “Educação Para a Saúde”. A confirmar isso mesmo está a presidente da Associação de Pais. Tieta André Carvalho confessa que “não costumava espalmar as embalagens dos pacotes de leite até que a minha filha me chamou a atenção e agora fazemos sempre isso”. Bruno Marques, de 11 anos, é aluno da escola e participante nestas “Brigadas Amarelas” reforça essa ideia quando diz que os pais “não gostam de reciclar mas eu obrigo-os”.Por isso mesmo, para o administrador da Valorsul, este dia foi “um pequeno passo para a escola, mas um grande passo para o ambiente”. Fernando Queirós considera que é preciso mudar a mentalidade das populações. “A população portuguesa acha que o lixo não presta. Nada mais errado! Para a Valorsul não existe lixo. Existe matéria-prima, que toda ela pode ser aproveitada”, realça.Foi com este princípio em mente que o director do Agrupamento, Carlos Reis, aderiu com orgulho ao projecto das “Brigadas Amarelas”. “Prende-se com a necessidade da implementação da educação para a reciclagem das embalagens e para a promoção do ambiente, que vai abranger não só os alunos mas também as famílias, os professores e os funcionários da escola. Porque a escola tem uma vertente de ensino mas também da formação para a cidadania. E os alunos através da sua acção promovem junto das suas famílias a separação dos resíduos, nomeadamente das embalagens e dos plásticos”, salienta. O vereador Fernando Paulo, que tem a seu cargo os pelouros da Educação e do Ambiente, explicou que foi escolhido o projecto “Brigadas Amarelas”, porque “das unidades de reciclagem é a mais complexa e a que não tem uma percepção tão automática. Nas embalagens às vezes colocam-se outras coisas, como latas, e por isso o espectro é maior que o ‘Papelão’, que toda a gente associa ao papel. É preciso por isso educar e informar o que é que é colocado no ‘Embalão’, bem como a forma como as embalagens são colocadas. É preciso espalmá-las”.Para incentivar os bons comportamentos face à reciclagem de embalagens vai ser efectuado um concurso entre as nove escolas que participam no projecto e que envolve a participação de 2250 alunos no sentido de apurar qual a escola que recicla mais e melhor. “É feita uma recolha quinzenal em cada uma das unidades de ensino e o valor recolhido vai sendo somado e vai havendo uma espécie de campeonato de recolha selectiva destas embalagens, em que vamos ver que escolas é que per capita fazem maior recolha de embalagens para reciclagem”, explica o vereador.As 9 escolas envolvidas são, para além da EB 123 do Bom Sucesso, a EB 1 de Alhandra, a EB 1 de À-dos-Loucos, a EB 1 de Arcena, o Jardim de Infância do Bom Sucesso, a EB nº1 de Alverca, a EB 23 do Forte da Casa, a EB 1 do Forte da Casa e a EB 1 e Jardim de Infância de Santa Eulália.
“Brigadas do Amarelo” ensinam a reciclar

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...