uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Imagens violentas de assalto a ourivesaria de Almeirim na Internet

Imagens violentas de assalto a ourivesaria de Almeirim na Internet

Autoridades desconhecem quem colocou as imagens captadas pelo sistema de videovigilância no Youtube

O proprietário da ourivesaria Costa não sabe quem divulgou as imagens, salientando que as cassetes das câmaras de videovigilância foram confiscadas pelas autoridades no âmbito da investigação do assalto.

Edição de 13.01.2010 | Sociedade
O comando distrital da GNR recusa responsabilidades na divulgação pública das imagens violentas de um assalto à ourivesaria Costa em Almeirim. Um vídeo onde se vê um assaltante de cara descoberta a agredir o proprietário do estabelecimento e a sua mulher com um martelo na cabeça foi posto a circular no Youtube, estando disponível até à tarde desta segunda-feira, quando foi removido. O dono da ourivesaria, Manuel Costa, nega que tenha sido ele a divulgar as imagens, garantindo que a cassete do sistema de videovigilância foi entregue às autoridades e ainda não foi devolvida.Quem tomou conta da ocorrência, no dia 28 de Outubro de 2009, foi inicialmente a GNR, mas por se tratar de um assalto violento a investigação passou no mesmo dia para a Polícia Judiciária. O oficial de relações públicas do comando do grupo de Santarém da GNR, major Joaquim Nunes, considera “estranho” o facto de as imagens terem vindo a público, desconhecendo como tal foi possível. O operacional refere ainda em declarações a O MIRANTE que tratando-se de imagens de violência estas não devem ser visualizadas pelas pessoas. A Polícia Judiciária, através do gabinete de imprensa, desconhece a situação e aconselha o proprietário da ourivesaria a apresentar queixa. O caso parece ser um mistério. No vídeo, que pode ser visto na edição online de O MIRANTE, em www.omirante.pt, vê-se um assaltante de cara descoberta a entrar no estabelecimento. Um deles a dada altura tira um martelo que estava escondido nas calças e começa a bater com ele na cabeça das vítimas. Depois salta o balcão. De seguida entra um segundo elemento e o vídeo termina com os dois a carregarem um saco e a saírem pela porta do estabelecimento. Quem colocou as imagens no Youtube está registado com o nome “Marquinson”, cujo perfil inscrito no portal diz ter 33 anos e ser participante no site desde 3 de Março de 2007. Segundo as autoridades, até ao momento não foram detidos os autores do assalto, estando o processo de inquérito a decorrer. O assalto, recorde-se, aconteceu ao final da tarde numa zona movimentada da cidade, no cruzamento das ruas de Alpiarça e dos Aliados. Quem passava na altura na rua não se apercebeu da situação. As vítimas sofreram traumatismos cranianos e estiveram internadas no Hospital de Santarém durante uma semana. A pistola de defesa pessoal do ourives desapareceu durante o assalto. O estabelecimento reabriu 15 dias depois do sucedido. O ourives já tinha sido agredido há quatro anos num assalto numa outra ourivesaria que possuía junto ao mercado municipal, em Almeirim, que entretanto fechou.
Imagens violentas de assalto a ourivesaria de Almeirim na Internet

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...