uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Serviço de Urgência Básico de Coruche atrasado

Presidente da câmara quer reunir com Administração Regional de Saúde para saber razões
Edição de 13.01.2010 | Sociedade
O presidente da Câmara de Coruche quer uma reunião urgente com o presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARS-LVT) para saber as razões do atraso da abertura do Serviço de Urgência Básico (SUB), que estava prevista para meados de Outubro.Dionísio Mendes (PS) diz que solicitou há um mês uma reunião com aquele responsável e lamenta que a reunião se tarde em concretizar. Quanto ao SUB, o autarca considera que nada justifica tanto atraso sabendo-se desde início “que era precisa recrutar profissionais”. O edil de Coruche considera também preocupante a situação que se vive nas freguesias da Lamarosa e Biscainho, onde não há médicos de família a prestar serviço. Questionado sobre se a autarquia já ponderou incentivar a ida de médicos para o concelho – à semelhança do que faz o município do Cartaxo - Dionísio Mendes diz que isso nunca esteve em cima da mesa. “São situações que nunca foram propostas ou avaliadas e, por princípio, considero que uma câmara municipal não tem essa apetência para financiar a saúde ou a vinda de profissionais. O que não pode acontecer é prolongar a angústia das populações que só podem ser atendidas em consultas de urgência”, afirma. O Serviço de Urgência Básico (SUB) de Coruche, que deveria ter ficado concluído em meados de Outubro de 2009, só agora caminha para o final mas a obra ainda não foi recepcionada pelo Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria.Segundo Luísa Portugal faltam pequenos retoques no edifício e o seu apetrechamento, aguardando-se a “abertura para breve”. O SUB deverá contar com dois médicos, dois enfermeiros e um técnico de radiologia em serviço permanente. Estará ainda equipado com raio-x, electrocardiógrafo com capacidade para telemedicina, monitor-desfribilhador com capacidade de ligação directa ao Centro de Orientação de Doentes Urgentes do INEM, exames clínicos de química seca e equipamento para pequena cirurgia.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...