uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Cristina Vieira

Cristina Vieira

21 anos, lojista, Alverca

“Gostava que em 2010 o nosso país evoluísse mais a nível económico e em termos de mentalidades. As pessoas continuam ainda muito fechadas. Era bom que isto andasse para a frente e que se combatesse principalmente a falta de trabalho. Pessoalmente espero continuar a evoluir para poder chegar cada vez mais longe. Não quero passar toda a minha vida a trabalhar numa loja de roupa”.

Edição de 20.01.2010 | Agora falo eu
Que opinião tem dos jovens de hoje?Penso que muitos jovens não estabelecem objectivos e metas bem definidas quanto ao seu futuro. Não têm interesse, falta-lhes iniciativa e motivação para seguir em frente. Mas o contexto socio-económico que estamos a atravessar também não ajuda. O desemprego é um problema real e que muito deve preocupar os nossos governantes. Depois há aqueles jovens que até têm objectivos, mas quando saem da faculdade não conseguem arranjar trabalho.O que gostava que acontecesse em 2010?Gostava que em 2010 o nosso país evoluísse mais a nível económico e em termos de mentalidades. As pessoas continuam ainda muito fechadas. Era bom que isto andasse para a frente e que se combatesse principalmente a falta de trabalho. Pessoalmente espero continuar a evoluir para poder chegar cada vez mais longe. Não quero passar toda a minha vida a trabalhar numa loja de roupa.Deixou de estudar?Acabei o ensino secundário e fui trabalhar porque achei que era o melhor para mim. Se fosse para a faculdade seria para tirar o curso de educadora de infância – curso com muito pouca saída – mas preferi abandonar a escola e ir trabalhar. Mas cada um deve seguir o seu caminho. Cada caso é um caso.Gosta de viver em Alverca?Sim. Estou pouco tempo na cidade, mas sinto-me bem. Considero que está evoluída mas continua a fazer falta muitas outras coisas para que a qualidade de vida dos alverquenses pudesse ser ainda melhor. Há sempre algo mais que necessita de ser feito.O que acha dos homens portugueses?De uma maneira geral são muito simpáticos e atrevidos (sorrisos). Mas precisam de ser mais sinceros. Nos dias que correm não há essa necessidade de mentir ou ocultar seja o que for. E falo de homens solteiros e casados.Discoteca, campo ou praia?Praia sem dúvida. Adoro o sol, a água, a brisa e o cheiro do mar. É onde me sinto realmente bem e em perfeita paz e sintonia para com a vida.Gosta de sair a noite?Sim mas não para discotecas. Prefiro um bar com música ambiente. Infelizmente as discotecas envolvem muita coisa. Droga, álcool e outras coisas mais. Uma pessoa distrai-se e já não sabe o que está a beber. Envolve-se com alguém e no dia seguinte já não se lembra de nada.Como olha para as alterações climáticas?São preocupantes. As coisas estão a acontecer muito de repente. Passámos, por exemplo, um Natal sem muito frio. O Inverno está a chegar mais tarde e o Verão não dura muito tempo. Precisámos de ter muito cuidado com ambiente. Mas reconheço que as pessoas estão cada vez mais sensibilizadas para esta problemática e a aderir à reciclagem. É importante, dentro daquilo que cada um pode fazer individualmente, dar o nosso contributo para ajudar a minorar este problema.
Cristina Vieira

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...