uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Moradores e comerciantes da Rua Direita em Povos reclamam trânsito em sentido único

Moradores e comerciantes da Rua Direita em Povos reclamam trânsito em sentido único

Fachadas de edifícios a ruir e passeios destruídos são outras das queixas

Quem vive e trabalha na Rua Direita, em Povos, Vila Franca de Xira, não desiste de lutar para que a estrada tenha apenas um sentido de forma a evitar os transtornos de trânsito que se têm agravado de dia para dia. As fachadas a ruir de alguns edifícios e os passeios destruídos são outras das queixas de quem ali vive.

Edição de 20.01.2010 | Sociedade
Os moradores e comerciantes da rua Direita de Povos, Vila Franca de Xira, não desistem de pedir que a circulação de trânsito na rua onde vivem seja restringida a apenas um sentido. Actualmente a rua é apertada para acolher dois veículos, especialmente se um deles for um pesado de mercadorias, e as várias passadeiras espalhadas ao longo da rua obrigam a paragens frequentes por parte dos condutores. Da mesma forma, sempre que é preciso efectuar uma carga ou descarga de mercadoria, o trânsito chega a ter de ficar parado durante longos minutos.Segundo quem ali vive os transtornos de trânsito têm-se agravado de dia para dia pois são cada vez mais os automobilistas que usam a rua como atalho à congestionada Estrada Nacional 10 nas horas de ponta. Os moradores querem que o trânsito de viaturas seja efectuado apenas num único sentido, seja entre as Piscinas Municipais e o cruzamento de Povos, ou vice-versa. “Nem que para isso tenhamos de fazer entre todos um abaixo-assinado a pedir que a situação seja resolvida porque isto assim não tem jeito nenhum, a partir das seis da tarde esta é uma rua caótica”, critica Gertrudes Santos, moradora, a O MIRANTE.Os comerciantes vêem com bons olhos o elevado fluxo de trânsito mas temem que a rua não tenha capacidade para tanto automóvel. “Para nós o único problema é quando o trânsito aumenta. Os clientes que têm os carros estacionados nos parques não podem sair porque fica tudo entupido com estacionamentos em segunda fila e tudo isto se torna um pouco caótico”, desabafa Elisabete Martins, comerciante. “Há alguns anos a câmara prometeu estudar esta situação e meter o trânsito a correr num único sentido, mas até hoje nada foi feito”, conclui.Quem reside na rua Direita denuncia ainda o estado em que se encontram várias habitações da rua, que estão desocupadas há vários anos e cujas fachadas apresentam risco de derrocada. “Em Janeiro partes de uma fachada começaram a cair para a estrada. Os moradores ficaram com medo, por causa de uma fenda grande que depois apareceu no edificio, e decidiram chamar a protecção civil, que selou a área. Notificaram o proprietário e ele já está a fazer obras para consolidar a fachada”, conta Alberto Pinta, morador. Tirando um pequeno parque com casas de banho públicas que a Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira está a construir no local, tudo o resto, para os moradores, carece de intervenção. “O parque da junta está bom e bonito e ainda bem que o presidente [José Fidalgo] se lembrou de nós. Mas falta ainda alinhar e reparar os passeios, remendar os buracos da estrada e também não lhes custava nada darem um jeitinho nas fachadas”, refere Pedro Vidal, morador. A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira refere que as questão relacionadas com a circulação automóvel em Povos estão consideradas no âmbito do Estudo de Acessibilidades desenvolvido pela autarquia. “Existe a perspectiva de criação de uma nova acessibilidade na parede oposta da futura igreja de Povos, que terá de ser interligada com a nova acessibilidade ao novo hospital, a ligação ao nó da A1 e N1”, informa. Quanto aos passeios destruídos e buracos na via a autarquia diz serem decorrentes de intervenções ao nível do subsolo por entidades privadas, que depois obrigam a câmara a reparar, “o que nem sempre sucede com a rapidez desejável”.
Moradores e comerciantes da Rua Direita em Povos reclamam trânsito em sentido único

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...