uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Sequestrado, roubado e abandonado a dezenas de quilómetros de casa

Idoso de Pontével levado até Loures onde teve de levantar dinheiro de duas contas

Foi coagido por três homens a entrar num carro quando tinha acabado de levantar a reforma num banco do Cartaxo. Acabou por levantar mais quatro mil euros em duas dependências bancárias de Loures.

Edição de 20.01.2010 | Sociedade
Um homem de 79 anos, residente em Pontével, concelho do Cartaxo, ficou sem mais de quatro mil euros que tinha depositados em duas contas à ordem e acabou abandonado a dezenas de quilómetros de casa por três homens que o coagiram a entrar num carro quando tinha acabado de levantar a reforma num banco do Cartaxo. O caso remonta a 11 de Janeiro. Alberto Inglês foi até ao Cartaxo para levantar a reforma numa dependência bancária da praça 15 de Dezembro, em frente aos paços do concelho. Deixou o carro junto aos Correios e quando saiu com o dinheiro foi abordado por três homens. Dois com cerca de 60 a 70 anos e outro na casa dos 50 anos. Começaram por dizer que o conheciam, que tinham familiares comuns no Cartaxo a trabalhar na câmara e no Hospital de Santarém.Convidaram-no a beber um copo e dar um passeio mas a conversa rapidamente mudou de sentido. Pediram a Alberto Inglês que contribuísse para um peditório de ajuda a uma pessoa doente e perguntaram-lhe sobre o dinheiro que tinha no banco. Minutos depois já o idoso estava a entrar no carro dos homens, sem que tivesse sido forçado fisicamente mas sentindo-se coagido pelos três homens. Já em Loures, mas sem saber onde se encontrava, Alberto Inglês divulgou que tinha contas à ordem em dois bancos, onde os indivíduos pararam. Fazendo-se acompanhar por um deles entrou num banco cerca da uma da tarde e levantou pouco mais de mil euros. Entregou o bilhete de identidade ao lado do homem que dizia ser seu cunhado e assinou o documento de levantamento. Insatisfeitos os homens levaram-no a outro banco e esvaziaram a outra conta a ordem, com um levantamento de mais de três mil euros feito nos mesmos moldes.Alberto Inglês acabou abandonado em Loures sem mais de quatro mil euros nas suas contas bancárias e os mais de 300 euros da reforma. Na carteira sobraram-lhe 50 euros. “Perguntei onde estava e lá encontrei um taxista. Perguntei-lhe quanto custava levar-me ao Cartaxo e era mais ou menos o dinheiro que tinha. Lá cheguei para pegar no carro e ir para casa”, conta desgostoso o habitante de Pontével, que tenta esquecer a situação. À terra chegou perto das quatro da tarde, quando o neto, o filho e a mulher já procuravam informações na polícia e no hospital. Quase a completar 80 anos, Alberto Inglês confessa que nunca tinha sido roubado. Diz esperar que os homens sejam apanhados após a investigação policial mas lamenta que nos bancos em Loures, como nas dependências desses bancos no Cartaxo, não tenham dado conta em tempo oportuno pelos levantamentos realizados poucas horas depois de ter levantado a reforma.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...