uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Plano de Pormenor do Parque Ribatejo aprovado com oposição da CDU

Plano de Pormenor do Parque Ribatejo aprovado com oposição da CDU

Superfície comercial representa investimento de 150 milhões de euros

O Plano de Pormenor do futuro Parque Ribatejo, em Alverca, foi aprovado em reunião de câmara com os votos contra da CDU. O empreendimento comercial promete criar um milhar de postos de trabalho e representa um investimento de 150 milhões de euros.

Edição de 21.01.2010 | Sociedade
O Plano de Pormenor do futuro Parque Ribatejo, em Alverca, concelho de Vila Franca de Xira, passou o primeiro teste político ao ser aprovado na reunião de câmara de 13 de Janeiro. Os votos contra dos comunistas não foram suficientes para travar um projecto que muitos dizem ser ousado demais para o concelho de Vila Franca de Xira e que, aquando da sua consulta pública, mereceu apenas uma participação, do movimento Xiradania, cujas questões levantadas não tiveram qualquer provimento por parte da câmara municipal. A futura superfície comercial representa um investimento de quase 150 milhões de euros, promete criar 1000 postos de trabalho e vai nascer numa zona de Alverca que a presidente da câmara municipal, Maria da Luz Rosinha, considera ser a “pior zona do concelho” e que para Rui Rei, vereador da coligação Novo Rumo, parece estar em “ambiente lunar”. Depois desta aprovação o plano de pormenor tem que passar em assembleia municipal. Os comunistas votaram contra o documento justificando “a falta de visão estratégica do município” e acusando os dirigentes de não conseguirem segurar vários projectos mais ambiciosos, como a cidade do cinema ou a cadeia de lojas IKEA (em Loures). A presidente Maria da Luz Rosinha defendeu-se com a falta de espaço disponível no concelho para receber esse tipo de estruturas. “Só para a cidade do cinema eram precisos 60 hectares. O único sítio onde dava para a instalar era na Lezíria”, ironizou. Nuno Libório (CDU) não se mostrou convencido com as acessibilidades ao futuro Parque Ribatejo. Já Rui Rei, da coligação Novo Rumo justifica que “este é um projecto que vai implicar um novo estudo de acessibilidades à cidade de Alverca e além disso vai criar emprego, acrescenta visibilidade e dimensão económica à freguesia”.Os comunistas foram ainda criticados por Fernando Paulo (PS) por se terem ausentado das discussões do Plano Director Municipal que trouxe a debate a futura área do Parque Ribatejo. O único ponto que pareceu gerar consenso no debate político foi mesmo o facto de, actualmente, a falta de opções comerciais levar muitos moradores do concelho a comprar em Lisboa. “As pessoas metem-se no comboio e em poucos minutos estão no Oriente, a comprar no Vasco da Gama”, lamentou Maria da Luz Rosinha. “Espero que o espaço venha a ser um sucesso, que garanta os empregos anunciados e que estimule o comércio. Nessa altura estou certa de que todos ficaremos a ganhar”, afirmou a presidente, que encerrou o debate com a garantia de que os actuais problemas de acessibilidades ficarão resolvidos a tempo da obra e que “uma ou outra solução mais específica será contemplada pelos promotores”.
Plano de Pormenor do Parque Ribatejo aprovado com oposição da CDU

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...