uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Autogolo dita derrota do Juventude da Castanheira

Autogolo dita derrota do Juventude da Castanheira

Quatro expulsões mancharam a partida

O Juventude da Castanheira deixou-se surpreender em casa pelo Clube Desportivo Vila Franca do Rosário e acabou derrotado por 1-0. Expulsões de Bruno César e Fábio Rosa colocaram o Juventude em inferioridade numérica e influenciaram a partida. Do lado do Vila Franca do Rosário, Ricardo viu o cartão vermelho em campo e o guarda-redes suplente foi expulso no banco dos visitante, por palavras ao árbitro.

Edição de 27.01.2010 | Desporto
Um autogolo sofrido logo aos 10 minutos de jogo foi o suficiente para o Clube Desportivo Vila Franca do Rosário derrotar fora de portas a equipa do Juventude da Castanheira por 1-0.O lance ocorreu na sequência de um canto batido de forma directa por Nelson Torres, do lado direito do ataque, com a defesa do Juventude a tocar na bola e a trair o guarda-redes Marco Oliveira, que apresentou a braçadeira de capitão, na ausência de João Saldanha, por castigo.Foi um Juventude da Castanheira bastante desfalcado, o que se apresentou nesta 15ª jornada do campeonato, onde estiveram igualmente ausentes por castigo Paulinho, Calau e Wilson.O Vila Franca do Rosário entrou mais forte, contrariando o favoritismo da equipa da casa na primeira metade do jogo, e criando os melhores lances de perigo. Aos 16 minutos, a equipa orientada por Marco Neves teve oportunidade de aumentar a vantagem, quando um forte pontapé de Nelson Torres embateu na barra, com Marco Oliveira já totalmente batido.A melhor oportunidade do Juventude surgiu somente ao minuto 40, num lance de ataque desenhado pelo lado esquerdo, mas Hernâni a falhou o remate mesmo na cara do guardião Botelho.Com o regresso dos balneários, a equipa da Castanheira do Ribatejo reagiu à desvantagem e impôs o seu futebol, conseguindo encostar a equipa de Mafra ao seu meio campo, mas sem nunca conseguir concretizar as boas oportunidades criadas frente à baliza do Vila Franca do Rosário.A partida ficou, no entanto, manchada por 3 expulsões quase consecutivas. Tudo começou numa jogada mais viril, aos 13 minutos do segundo tempo, quando o avançado do Juventude da Castanheira atingiu o guardião Botelho, uma jogada que provocou confrontos entre vários atletas e que acabou na expulsão do jogador visitante, Ricardo, e em muitos cartões amarelos para as duas equipas.A superioridade numérica dos azuis e brancos durou apenas 3 minutos, com Bruno César a agredir o adversário e a ver o vermelho directo e Fábio Rosa a ver o segundo amarelo por palavras ao árbitro e a ser também expulso. Mesmo a jogar só com 9, a equipa orientada por Júlio Alvadia foi a mais atacante, mas nesta altura jogava mais com o coração e não conseguia acertar o ultimo lance, cara a cara com o guardião adversário.O Vila Franca do Rosário limitou-se a gerir a vantagem numérica do marcador, arrecadando 3 preciosos pontos na primeira vitória fora de portas, que lhe permitem subir ao 12º lugar da tabela, com 16 pontos. Uma vitória que o treinador Marco Neves considera merecida. “Um dos grandes objectivos que nos tínhamos proposto era ganhar este jogo fora. Sabíamos que era muito difícil porque o Castanheira esta época está muito bem. Mas trabalhámos muito e bem, especialmente na primeira parte, por isso acho a vitória justa”, sublinha.Já Júlio Alvadia queixa-se das limitações com que a equipa se apresentou em campo. “Treinámos a semana toda com limitações, com muitos jogadores lesionados e expulsos, e tentámos remendar a equipa”, justifica. Para o treinador do Juventude da Castanheira as expulsões marcam o momento do jogo. “O adversário tem um jogador expulso e nós tínhamos de jogar com cabeça e aproveitar a vantagem numérica, mas a inexperiência e a ansiedade… Os nossos jogadores não podem perder a cabeça, não podem ter atitudes destas, e perder a vantagem que já tínhamos no jogo em termos de jogadores. Tentámos depois ir à procura do prejuízo, mas já foi tarde”, explica.Com esta derrota o Juventude desce ao oitavo lugar da tabela, com os mesmos 21 pontos. Na próxima jornada a equipa de Castanheira do Ribatejo recebe em casa Os Bucelenses, quartos classificados.
Autogolo dita derrota do Juventude da Castanheira

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...