uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Roulotte das farturas rouba estacionamento em Samora Correia

Roulotte das farturas rouba estacionamento em Samora Correia

O pedido de licença expirou a 6 de Janeiro

A roulotte de venda de farturas está desde Dezembro na rua das escolas EB 2 3 e Secundária professor João Fernandes Pratas e EB 1 das Acácias, em Samora Correira, concelho de Benavente, e ocupa diariamente três lugares de estacionamento.

Edição de 27.01.2010 | Política
A licença foi pedida na altura do Natal e terminava a 6 de Janeiro, mas a roulotte de venda de farturas continua estacionada na Rua Calouste Gulbenkian, em Samora Correia, concelho de Benavente, perto das escolas EB 2 3 e Secundária Prof. João Fernandes Pratas e EB 1 das Acácias, ocupando três lugares de estacionamento.“Estar a ocupar aquele espaço prejudica e muito! São cinco lugares que está a tirar a professores, funcionários das escolas e pais”, sublinha Clementina Tomé. A encarregada de educação vem buscar a filha à escola EB 2 3 e Secundária Prof. João Fernandes Pratas e diz que “o estacionamento na zona é caótico”. Esta mãe também não vê com bons olhos a proximidade de “uma roulotte de feira” do espaço escolar. “Eu venho sempre trazer e venho buscar a minha filha, mas para outros pais que não fazem este acompanhamento, acho que é complicado. Acho que não deveria estar ali tão perto da escola”, alerta.O “Tio Fausto” e a “Tia Alzira” (como são conhecidos) são os donos da roulotte e explicam que fizeram dois contratos com a ARCAS – Associação Recreativa e Cultural de Samora Correia, que lhes permitem ficar no local até ao Carnaval.“Tínhamos licença até 6 de Janeiro, mas como tínhamos também contrato com a ARCAS para estar aqui no Carnaval, fizemos um pedido à Junta de Freguesia para que estendesse o prazo da licença até ao Carnaval”, explica o comerciante.O presidente da Junta de Freguesia de Samora Correia esclareceu que o pedido de licença foi efectuado em Dezembro e expirou a 6 de Janeiro deste ano. Os vendedores foram contactados pelos responsáveis da junta no sentido de abandonar o local, mas uma vez que têm licença para comercializar farturas nesta zona durante o Carnaval, foi pedida uma extensão do prazo, a qual está a ser avaliada pela Câmara Municipal.Para o director do Agrupamento de Escolas de Samora Correia, o principal problema é o estacionamento. “Nesta zona faltam sempre lugares para estacionar e porem ali a roulotte parece-me que foi mal pensado”, afirma. Quanto à proximidade com as escolas, César Barreira diz que até ao momento não houve perturbação da tranquilidade, mas “estas situações têm de ser acauteladas” e “como director da escola preferia que não estivesse ali”.Entretanto a roulotte vai trazendo contratempos aos encarregados de educação, que se queixam do espaço roubado. Flora Soares, de 36 anos, tem três filhos a estudar nas escolas desta rua e diz que o estacionamento diário “é sempre uma dor de cabeça”. “Ainda na semana passada foi uma senhora multada por estacionamento, porque deixou o carro em cima do passeio enquanto ia buscar os filhos”, afirma com preocupação. “O pior é que na rua de trás o problema é idêntico. Se queremos estacionar aqui à hora de almoço ou entre as 17h e as 18h é impossível”, esclarece.A roulotte permanece há dois meses no local, onde esteve também uma camioneta de apoio aos vendedores. Entretanto a camioneta foi retirada do local e está agora estacionada perto do cemitério, mas a roulotte das farturas permanece no mesmo sítio. Por isso mesmo o “Tio Fausto” esclarece que essa é uma falsa questão. “O carro de apoio estava a ocupar mais três espaços e fomos chamados à Junta de Freguesia e acabámos por retirá-lo e penso que agora já não há problemas. O parque de estacionamento tem sempre lugares vazios”, diz com um sorriso. Quanto à hora de maior afluência Fausto encolhe os ombros e vai dizendo que “é igual com ou sem a roulotte aqui. As pessoas mesmo com lugar estacionam em cima do passeio. Toda a gente quer pôr o carro mesmo à porta e se pudessem entravam dentro da escola”.O assunto foi levado à última reunião de Câmara de Benavente pelo vereador do PSD, José d’Avó. O presidente da câmara, António José Ganhão, confirmou que a junta autorizou a permanência dos comerciantes até ao dia de reis, mas adiantou que no futuro a roulotte não será autorizada a usar o local fora das épocas festivas.
Roulotte das farturas rouba estacionamento em Samora Correia

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...