uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Memórias de outros tempos

Memórias de outros tempos

Edição de 27.01.2010 | Primeiro Plano
Eles são as memórias vivas do que já foi à Castanheira do Ribatejo. Juntam-se na APATI (Associação Promotora de Apoio à Terceira Idade) e lembram os tempos de infância, quando a vila não tinha ainda dez mil habitantes e se ia a Vila Franca de Xira a pé. Dionísia Morais (à direita) tem 79 anos e mora sozinha. É por isso que procura diariamente o convívio e o conforto desta segunda família que encontrou na associação. O que mais a cativa são as conversas à volta da mesa, em que são relembrados os velhos tempos. “Quando eu era criança não havia aqui as fábricas, isto era tudo campo. Quando havia o chamado Inverno de sete semanas a chover muitos ficavam sem o que comer. Isto era uma terra muito pobre”, recorda. Dionísia nunca passou fome porque os pais tinham uma mercearia e uma taberna. Diz que os tempos agora são outros e apesar da crise “não há a miséria que havia antes”. Afonso Ferreira, ao lado, concorda. O octogenário lembra que a infância antigamente era curta e que muito cedo foi forçado a trabalhar. “Ainda fiz a escola primária nas Quintas, mas depois zanguei-me com a professora e não estudei mais. Por isso os meus pais puseram-me a trabalhar. Mas desde esse tempo a Castanheira mudou muito”, sublinha. A mudança é vista com bons olhos por Francisco Torrão, 84 anos. “Hoje Castanheira do Ribatejo é quase uma cidade”, diz com orgulho para Alda Machado, à direita, que tem a mesma idade e vai assentindo com a cabeça. “Isto desenvolveu-se muito com a vinda das fábricas. Dantes era só a Rua Palha Blanco e pouco mais. Os velhinhos andavam com um saquinho na mão a bater às portas a pedir esmola”, recorda. “Hoje temos uma associação que se preocupa com a terceira idade, há mais emprego e mais condições e os jovens não passam a fome que nós passámos. Graças a Deus!”, diz Alda com convicção. Patrícia da Cunha Lopes
Memórias de outros tempos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...