uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
BE defende que Câmara do Entroncamento já devia ter feito obras no cine-teatro

BE defende que Câmara do Entroncamento já devia ter feito obras no cine-teatro

Recuperação do telhado estava pensada para o Verão para evitar chuva e não prejudicar actividades
Edição de 27.01.2010 | Sociedade
A temporária falta de espaços públicos apropriados para actividades culturais no Entroncamento está a preocupar o Bloco de Esquerda. Num comunicado da comissão coordenadora concelhia daquele partido enviado às redacções é dito que a situação, resultante do encerramento do cine-teatro S. João devido a infiltrações de água ocorridas durante as últimas semanas é “um sinal da falência da gestão PSD dos espaços municipais”.No comunicado já referido, o BE “apela à urgente recuperação e reactivação do Cine-Teatro S. João e defende que os serviços culturais da Câmara se mobilizem para encontrar espaços alternativos e firmar parcerias, de modo a que a Agenda Cultural e outras actividades de Clubes e Associações possam ser asseguradas”.O comunicado surge uma semana depois de o Presidente da Autarquia, Jaime Ramos (PSD) ter dito, na reunião do executivo de dia 18, que logo que foram detectados os problemas tinha sido contactada uma empresa para proceder à substituição do telhado do edifício, cujos técnicos já tinham ido ao local avaliar a situação.Há pouco mais de um mês, a 10 de Dezembro de 2009, o vereador do BE no executivo municipal, embora tenha votado contra o Orçamento para este ano, destacou, na sua declaração de voto, a inclusão de uma verba destinada à recuperação do cine-teatro S. João, posição que também foi tomada pelos dois vereadores do PS. Segundo o vice-presidente da autarquia, João Fanha Vieira, tinha sido pensado realizar trabalhos de recuperação da cobertura do cine-teatro, no Verão, para evitar que elas decorressem na altura das chuvas e porque naquela altura os espectáculos programados decorrem ao ar livre. Para além daquela sala de espectáculos, a câmara do Entroncamento dispõe de um centro cultural que está, provisoriamente a funcionar . durante os dias úteis - como centro de convívio da terceira idade, por o mesmo estar a sofrer obras de ampliação, e decidiu, o ano passado, comprar a antiga sala de cinema “Estúdio 121”, bem como algumas salas adjacentes à mesma, no centro comercial Euroshoping, negócio ainda não concretizado devido a questões burocráticas que estão a ser resolvidas pelo proprietário do mesmo.João Fanha Vieira explica que a câmara municipal está a reformular a programação cultural tirando partido do facto do Centro Cultural estar livre aos fins-de-semana. Quanto aos espectáculos que foram cancelados, o autarca explica que a decisão foi tomada por respeito para com os artistas e o público. “Não é fácil fazer encontrar lugares para espectáculos como os que estavam programados com condições aceitáveis”.
BE defende que Câmara do Entroncamento já devia ter feito obras no cine-teatro

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...