uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Cinco milhões para saneamento básico na Chamusca e em Coruche

Edição de 27.01.2010 | Sociedade
A empresa intermunicipal Águas do Ribatejo assinou quarta-feira os contratos para a adjudicação de duas empreitadas de saneamento básico no concelho da Chamusca e o auto de consignação para uma empreitada de saneamento no concelho de Coruche. As obras envolvem um investimento global na ordem dos cinco milhões de euros e devem estar no terreno ainda no primeiro trimestre deste ano.A execução do subsistema de saneamento básico de Salvador/Parreira vai permitir melhorar a qualidade de vida de mais de um milhar de pessoas nas localidades de Parreira, Salvador, Moinho de Vale de Flores e Murta. A empreitada foi adjudicada ao consórcio Aquino Construções, S.A/Ecotécnica-Elevação e Tratamento de Águas e Esgotos, S.A., por 1.498.840,82 euros mais IVA. O prazo de execução é de 300 dias e as obras deve, começar durante o primeiro trimestre deste ano. O projecto prevê a construção de uma estação de tratamento de águas residuais (ETAR), uma rede de colectores com cerca de 16 quilómetros de extensão, duas estações elevatórias e respectivas condutas.Ainda no concelho de Chamusca, a execução do subsistema de saneamento de Chouto/Gaviãozinho vai ser concretizada pelo mesmo consórcio por um valor de 1.549.598,68 euros mais IVA. Vai servir cerca de quinhentos habitantes das povoações de Chouto, Gaviãozinho e Marvila. O prazo para a realização da empreitada é também de 10 meses. A obra envolve a construção de uma ETAR, uma rede de colectores com cerca de 14 quilómetros de extensão e uma estação elevatória e respectiva conduta.No concelho de Coruche, a Águas do Ribatejo vai investir mais dois milhões de euros em saneamento básico. A empreitada em Foros de Coruche vai custar 1.927.103,37 euros mais IVA e será realizada pela sociedade Asibel Construções. O auto de consignação (último passo processual ante de a obra poder iniciar-se) foi assinado quarta-feira e a obra prevê a construção de uma rede de colectores com cerca de 27 quilómetros que liga Foros de Coruche à ETAR já existente. Ao longo do percurso serão ainda construídas quatro estações elevatórias e respectivas condutas. O prazo de execução é de um ano.A empresa intermunicipal Águas do Ribatejo é responsável pela gestão e exploração dos sistemas de abastecimento de água e de saneamento básico de seis municípios da Lezíria do Tejo – Almeirim, Alpiarça, Benavente, Coruche, Chamusca e Salvaterra de Magos -, a que se juntou recentemente o de Torres Novas que pertence à Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...