uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Associações da Vala do Carregado com nova sede para as suas actividades

Associações da Vala do Carregado com nova sede para as suas actividades

Novo edifício de apoio ao movimento associativo custou 375 mil euros

A população da Vala do Carregado, concelho de Vila Franca de Xira, apareceu em peso na inauguração do novo edifício de apoio ao movimento associativo mas não esquece os transtornos causados pelo atravessamento da linha de comboio na aldeia.

Edição de 24.06.2010 | Sociedade
A população da Vala do Carregado, freguesia da Castanheira do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira, tem, desde o dia 19 de Junho, ao seu dispor um novo edifício de apoio ao movimento associativo. Situado na Rua Prudêncio Duarte Correia, o espaço destina-se a acolher o trabalho da recém-criada Associação Desportiva e Cultural da Vala do Carregado, entidade que congrega as duas associações existentes na aldeia. A associação vai tomar conta do edifício através de um protocolo em regime de comodato assinado no dia da inauguração. O edifício custou à Câmara de Vila Franca de Xira um total de 375 mil euros e tem um auditório, salas de reuniões, restaurante, campo de jogos multiusos e postos de atendimento à população da Vala do Carregado. O novo espaço vai permitir o ensino de várias modalidades desportivas, como Taekwondo, ginástica e ténis de mesa. O presidente da associação, Telmo Vieira, avançou outras ideias: “Vamos ter uma sala de internet e uma sala de leitura, e vamos tentar, também, criar uma sala de enfermagem onde um enfermeiro possa vir cá uma vez por semana prestar cuidados primários de saúde a quem precise”, afirmou. A presidente do município, Maria da Luz Rosinha (PS), esteve presente na inauguração e destacou a qualidade da infra-estrutura. “Sei que só venho à Vala do Carregado quando acontecem desastres. Mas garanto-vos que não estão esquecidos. É de saudar também a grande generosidade e dedicação para manter uma casa destas a trabalhar por isso estão todos de parabéns”, disse. Telmo Vieira aplaudiu as palavras da presidente do município mas alertou para os problemas que a linha de comboio representa para a aldeia. “Para as pessoas virem ao clube vai ser muito difícil, têm de atravessar a linha de comboio. Por isso deixo aqui um apelo para a criação da passagem pedonal”.Actualmente a linha de comboio divide a Vala do Carregado e a passagem superior pedonal que existe fica longe do novo edifício. Os elevadores da passagem estão frequentemente avariados e os idosos têm dificuldade em subirem as escadas. Perante esta situação a presidente da câmara disse que o município está a fazer tudo o que está ao seu alcance para resolver o problema. “A câmara está a fazer o que lhe compete em relação ao acordo que estabeleceu com a Rede Ferroviária Nacional (REFER), que é construir uma nova passagem pedonal, superior ou inferior, os técnicos ainda estão a estudar uma solução que depois será paga a meias entre o município e a REFER”, informou a presidente.
Associações da Vala do Carregado com nova sede para as suas actividades

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...