uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Medidas de contenção do Governo afectam projectos previstos para Salvaterra de Magos

Edição de 30.06.2010 | Política
As medidas de contenção previstas no Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC) do Governo já se fazem sentir na Câmara de Salvaterra de Magos. Segundo a presidente do município, Ana Cristina Ribeiro (BE), a autarquia vai ver o seu orçamento anual reduzido em aproximadamente 220 mil euros em 2010. Ana Cristina Ribeiro garante que tem vindo a verificar o “condicionamento” desde Janeiro deste ano.“Assistimos a uma redução significativa de receitas diariamente o que nos cria alguns embaraços de tesouraria. Devido a estes cortes às autarquias temos dificuldades em cumprir os compromissos que tínhamos assumido com a nossa população através do documento com as Grandes Opções do Plano para 2010”, referiu.O município de Salvaterra de Magos tinha cinco projectos candidatados ao Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), com financiamento que ronda os cerca de quatro milhões de euros, – os três centros escolares de Salvaterra de Magos, Marinhais e Foros de Salvaterra, a requalificação do Rossio de Muge e a readaptação de construção para o complexo mesolítico de Muge - que vão ter que ser “reavaliados”. A presidente explica porquê: “Temos que tomar decisões a curto e médio prazo. Neste momento, estamos a rever e ponderar se mantemos todos os projectos candidatados ao QREN com a mesma taxa de financiamento”. O projecto Ribatejo Digital e a colocação de equipamentos para produção de energias renováveis alternativas em alguns edifícios municipais são projectos para manter. “Vamos continuar a gerir da melhor forma dando resposta àquilo que, no nosso entendimento, é o mais razoável tendo em conta a qualidade de vida da população. Em alguns casos vamos ter que aguardar por melhores dias para concretizarmos os projectos”, concluiu no final da reunião do executivo municipal.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...