uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Assembleia municipal recomenda criação de pousada da juventude para servir a região

Edição de 30.06.2010 | Sociedade
Sete anos depois de ter encerrado a Pousada da Juventude na cidade, a Assembleia Municipal de Santarém aprovou uma proposta de recomendação para que a câmara, o Governo e as entidades competentes conjuguem esforços no sentido de voltarem a dotar a capital de distrito de um equipamento desse género.“A inexistência de uma Pousada da Juventude é uma situação incompreensível numa cidade com estas dimensões e características”, declara José Raimundo Noras, o eleito socialista autor da proposta, que foi aprovada com apenas 3 abstenções. A proposta defende ainda que a localização desse equipamento, caso se torne uma realidade, seja no centro histórico. O presidente da Câmara de Santarém, Francisco Moita Flores (PSD), comprometeu-se perante a assembleia a colocar a questão ao secretário de Estado da Juventude e Desporto, Laurentino Dias, com quem vai estar no início de Julho. E exortou a bancada socialista na assembleia a fazer também pressão junto do Governo do seu partido.Recorde-se que a Pousada da Juventude de Santarém, situada no mesmo edifício da delegação de Santarém do Instituto Português da Juventude, encerrou inesperadamente a meio de Agosto de 2003 e nunca mais voltou a abrir.Na altura, Hugo Neto, presidente da Movijovem, entidade que gere as pousadas da juventude em Portugal, garantiu ao nosso jornal que o espaço deveria voltar a abrir portas em Março de 2004, depois de concluídas as obras de remodelação. Um ano antes, o mesmo responsável havia referido ao nosso jornal que a pousada de Santarém não se enquadrava nos níveis de qualidade para uma rede de pousadas, adiantando que a transformação da pousada num factor de desenvolvimento da zona teria que ser repensada em conjunto com a autarquia.A Pousada da Juventude de Santarém apresentava já sinais de alguma degradação, mas constituía ainda assim a única alternativa de alojamento para albergar muitos visitantes e elementos de grupos que participam em diversas iniciativas na cidade.Em Janeiro de 2005, o então delegado regional do IPJ dizia a O MIRANTE que a Pousada da Juventude de Santarém ia continuar encerrada apesar de terem sido feitas obras no local. Os espaços recuperados foram adaptados a gabinetes de trabalho do IPJ de Santarém. Paulo Tavares acrescentava que, “em princípio”, a reabertura da pousada estava dependente de obras de alargamento do edifício do IPJ na capital de distrito. Obras que nunca foram feitas.A única pousada de juventude disponível na região é a de Abrantes, a norte do distrito.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...