uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Fundação Internacional do Carrilhão e do Órgão vai para Constância

Fundação Internacional do Carrilhão e do Órgão vai para Constância

Mentores do projecto podem começar a pensar em construir carrilhão itinerante

O carrilhão itinerante vai ser colocado em cima de um camião e serve para concertos móveis e exibições pelo país. Terá 63 sinos, vai pesar 12 toneladas, é fabricado na Holanda e mede seis metros de comprimento por três de altura.

Edição de 30.06.2010 | Sociedade
Depois de dois anos de indecisões a Fundação Internacional do Carrilhão e do Órgão (CICO) já tem sede. A Fundação CICO assinou recentemente o protocolo com a Câmara de Constância para se instalarem na vila passando a ocupar, em breve, um espaço no Centro de Empresas – antigo edifício dos Paços do Concelho – na rua Luís de Camões. A Fundação quer criar uma escola de carrilhão e órgão que será a primeira escola de ensino oficial de carrilhão da Península Ibérica. “O objectivo do carrilhão itinerante é percorrer todo o país por isso queremos que a Fundação CICO esteja sedeada numa localidade central. Constância está numa zona central e acreditamos que pode ser um sucesso”, explica um dos fundadores, Alberto Elias.A ideia inicial era instalar a Fundação CICO no Tramagal, concelho de Abrantes, mas as negociações não deram frutos e os responsáveis da fundação optaram pelo concelho vizinho de Constância. Com sede própria, a CICO já pode dar início ao desenvolvimento do projecto de construção do carrilhão itinerante com que, em 2004, os seus mentores – as irmãs Ana e Sara Elias e o pai, Alberto Elias – venceram o Prémio Milénio, um concurso de projectos inovadores promovido pelo jornal Expresso em parceria com a Sagres.Um prémio de 50 mil euros que foi o pontapé de saída para um projecto em que Ana, Sara e Alberto acreditam, embora saibam que ainda falta muito caminho a percorrer uma vez que um carrilhão itinerante pode custar cerca de 300 mil euros. Os fundadores da CICO apelam à generosidade de particulares, empresas e instituições para poderem colocar de pé o seu sonho.Um carrilhão é um instrumento musical composto por um mínimo de 23 sinos, de diferentes dimensões, organizados em sequência cromática e afinados de modo a produzirem harmonias concordantes quando vários sinos tocam ao mesmo tempo. As teclas são accionadas com punhos meio fechados e os sinos maiores estão ligados a pedais que são accionados com os pés. O carrilhão itinerante que a Fundação CICO pretende construir vai ser colocado em cima de um camião e serve para concertos móveis e exibições pelo país. Terá 63 sinos, vai pesar 12 toneladas, é fabricado na Holanda e mede seis metros de comprimento por três de altura.Introduzido em Portugal no século XVII pelo rei D. João V, o carrilhão é um instrumento pouco conhecido actualmente no nosso país. Os jovens não tocam porque desconhecem a existência do instrumento. Daí a CICO estar empenhada em apostar na formação.
Fundação Internacional do Carrilhão e do Órgão vai para Constância

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...