uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
População contesta supressão de túnel no IC 9 em Ourém

População contesta supressão de túnel no IC 9 em Ourém

Município vai contactar Estradas de Portugal para tentar encontrar uma solução
Edição de 30.06.2010 | Sociedade
A supressão de um túnel inicialmente previsto para o cruzamento entre a Estrada Nacional (EN) 349 e o Itinerário Complementar (IC) 9, perto da Rotunda do Pinheiro, em Ourém, está a levantar a indignação entre as populações das freguesias de Olival, Espite, Matas e Urqueira. O corte da EN 349 devido ao troço do IC 9 vai obrigar a um desvio de 700 metros a quem regularmente faz esse percurso para chegar à sede do concelho. O município comprometeu-se a enviar um ofício ao presidente das Estradas de Portugal (EP), de forma a encontrar uma solução que vá de encontro aos interesses de todos os envolvidos.O caso foi levado ao conhecimento da população na última sessão da Assembleia de Freguesia de Olival, o que motivou um requerimento dos deputados do PSD eleitos pelo distrito a pedir respostas ao Governo sobre o caso. O presidente da Assembleia de Freguesia de Olival, Carlos Justo, explicou a O MIRANTE que a EN 349 é um itinerário essencial à região, fazendo a ligação desde Torres Novas a Vieira de Leiria. “Até há bem pouco tempo, o mapa oficial indicava que havia um túnel entre a EN 349 e o IC 9”, sublinhou. O novo traçado, que elimina assim uma parte da estrada, foi a discussão pública sem que nenhuma das freguesias mais directamente afectadas tivesse conhecimento da alteração. No dia 22 de Junho, os presidentes das juntas de freguesia do Olival, de Nossa Senhora da Piedade, de Urqueira, de Espite e de Matas, assim como Carlos Justo e os representantes da Comissão IC 9 do Olival foram recebidos pela Câmara de Ourém, numa reunião onde esteve presente um representante da concessionária do troço, a LOC. Ficou decidido enviar à EP um ofício, procurando uma solução para o caso. “O engenheiro foi irredutível”, destacou Carlos Justo, comentando a posição da LOC na reunião. “Se não houver maneira de voltar ao antigo projecto temos que avançar para uma providência cautelar”, referiu. O tema foi também centro de discussão na Assembleia Municipal de Ourém de sexta-feira. O presidente da Junta de Freguesia de Olival, Fernando Ferreira (PS), questionou o porquê das freguesias mais afectadas pela supressão do túnel não terem sido avisadas em devido tempo sobre a alteração.Já a bancada do PSD fez notar que “contrariamente àquilo que no mandato anterior foi decidido em conjunto, a população vê-se agora a braços com uma nova decisão, em que o nó de Ourém já não se torna realidade”. O facto prejudica a sede de concelho, afectando “a zona industrial de Vilar dos Prazeres, cuja dimensão da crise está a arrasar com este sector”. O presidente do município, Paulo Fonseca, sublinhou a necessidade do IC9, um projecto com “defeitos” e “virtudes” desde o seu início. Comentou que prefere que este se realize, apesar de possuir alguns defeitos.
População contesta supressão de túnel no IC 9 em Ourém

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...