uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Município de Mação novamente no Médio Tejo

Município de Mação novamente no Médio Tejo

Edição de 01.09.2010 | Política
A lei que reintegra o município de Mação na Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo foi promulgada segunda-feira em Diário da República. A Câmara de Mação manifesta a sua “enorme satisfação” pelo desenlace, após vencer um combate que durava desde o início de 2009, quando o concelho foi separado do Médio Tejo e passou a integrar exclusivamente a unidade territorial do Pinhal Interior Sul. Uma sub-região que integra quatro municípios do distrito de Castelo Branco. Mação era o único concelho do distrito de Santarém que não integrava nenhuma das duas comunidades intermunicipais da região: Médio Tejo e Lezíria do Tejo.“O dia 23 de Agosto é, por conseguinte, um dia de grande alegria para os munícipes maçaenses, que vêem agora os seus interesses respeitados, as suas rotinas recuperadas e todos os serviços desde a Saúde, à Educação, ao Turismo, à Justiça, entre outros, retornados à Sub-região do Médio Tejo e Região de Lisboa e Vale do Tejo”, lê-se em comunicado emitido pela autarquia.A Câmara e a Assembleia Municipal de Mação manifestaram claramente e por unanimidade o seu desagrado e oposição à inclusão no Pinhal Interior Sul por ser “gravemente lesiva para os interesses e quotidiano dos seus munícipes”. Os partidos com assento na Assembleia da República reconheceram esses argumentos e o Parlamento aprovou por unanimidade a reintegração do município na Nomenclatura de Unidade Territorial (NUT) do Médio Tejo e na Região do Vale do Tejo.A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo integra, além de Mação, os concelhos de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Sardoal, Tomar, Torres Novas, Vila Nova da Barquinha e Vila Nova de Ourém.
Município de Mação novamente no Médio Tejo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...