uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

“Festival de Materiais Diversos” quer duplicar número de espectadores

Iniciativa decorre em vários espaços de Alcanena, Minde e Torres Novas entre 10 e 25 de Setembro
Edição de 08.09.2010 | Cultura e Lazer
A organização do “Festival de Materiais Diversos” pretende duplicar o número de espectadores, assumindo um papel activo na dinamização da arte contemporânea na região do Médio Tejo, depois das actividades da primeira edição terem sido presenciadas por cerca de 4100 pessoas. As actividades dividem-se por Alcanena, Minde e Torres Novas e decorrem entre 10 e 25 de Setembro. O programa conta com apresentações de artistas de nacionais e internacionais em diferentes áreas artísticas - como dança, teatro, música e performance - integrando workshops, conferências e conversas e encontros em torno dos espectáculos. Sendo esta uma edição de Verão, estão ainda programadas actividades ao ar livre inseridas no cenário privilegiado das Serras de Aire e Candeeiros. Produzido numa parceria entre a Associação Cultural Materiais Diversos, a Câmara Municipal de Alcanena e o Ministério da Cultura/Direcção Regional das Artes, o Festival Materiais Diversos conta ainda com inúmeros apoios nacionais e internacionais . O programa começa no dia 10 de Setembro em Alcanena, no Cine-Teatro de São Pedro, pelas 21h30, com a peça “Manual de Instruções”, de Victor Hugo Pontes, seguindo-se pelas 23h00 o “Coro de Queixas”. Na mesma noite mas em Minde, a partir da meia-noite, tem lugar a Festa de Abertura “Grafic Nights #1 - Opening Party”, animada pelo M.A.U DJ Set. No dia 11, o Museu da Aguarela Roque Gameiro, em Minde, recebe a partir das 10h00 a iniciativa “Mesas rectangulares - Que projectos para estes espaços?” seguindo-se um piquenique com criadores. Pelas 19h30 é apresentada a obra de Martim Pedroso, “O Canto do Imperador”. O Teatro Virgínia, em Torres Novas, recebe na noite de 11, a partir das 21h30 a peça de Benoit ît Lachambre, Louise Lecavalier e Laurent Goldring & Hahn Rowe, “Is You Me”, A 14 de Setembro, actuam pelas 21h30, na Blackbox CAORG, o grupo “Cão Solteiro & Grupo de Actores Seniores de Minde, Hotel União”. A 16 de Setembro, o Cine-Teatro São Pedro em Alcanena recebe pelas 21h30 a peça “O trabalho”, de Duarte Fonseca & Simão Pedro, a partir do universo de Harold Pinter. No dia 17, na Blackbox Caorg de Minde actua, pelas 21h30, Vera Mantero com “Três solos: uma misteriosa Coisa disse o e.e. cummings, A Dança do Existir, Olympia”. Ponto alto do dia 18 é a organização de “Para onde vamos? uma iniciativa que decorre no mercado municipal, a partir das 10h00, da autoria da artista Filipa Francisco. Nesta noite, pelas 21h30, Vera Mantero & Gabriel Godoi, interpretam Caetano Veloso em Minde, na Blackbox CAORG. No dia 19, o Cine-Teatro S. Pedro recebe pelas 15h000 o espectáculo de Elizabete Francisca & Teresa Silva, “Leva a mão que eu levo o braço” , tendo lugar no largo em frente ao edifício da Câmara Municipal, pelas 17horas a performance de Joana von Mayer Trindade, “Veleda”. Em Minde, pelas 19h00, a CAORG Box recebe o espectáculo”Rir” de Antonia Baehr.A 21 de Setembro, o Cine-Teatro São Pedro recebe a “Barulhada” de Tânia Carvalho pelas 10h00, iniciativa destinada ao público escolar que se repete às 14h30. No dia 23, em Minde, pelas 21h30, tem lugar a intervenção de Tiago Rodrigues: “Se uma janela se abrisse”. A 24 de Setembro, pelas 21h30, o teatro volta ao Cine-Teatro S. Pedro com a peça “Disse Pacheco”, interpretada pelo TOA- Teatro Oficina de Alcanena. No dia 25 de Setembro, o ponto alto é o debate “Mesas Rectangulares - Que turismo para esta cultura?”, a ter lugar pelas 10h00 no Museu da Aguarela Roque Gameiro. Todo o programa pode ser consultado em www.materiaisdiversos.com.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...