uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Cartaxense vence Fazendense (1-0) e é um dos líderes no arranque da Divisão Principal de Santarém

Cartaxense vence Fazendense (1-0) e é um dos líderes no arranque da Divisão Principal de Santarém

Em jogo repartido mas mal jogado, ganhou a equipa que aproveitou uma das poucas oportunidades criadas. O Fazendense esteve 75 minutos a jogar contra dez jogadores, por expulsão de Bruno Brito. Mas não teve arte nem engenho para mudar o marcador.

Edição de 08.09.2010 | Desporto
A história do Cartaxo-Fazendense prometia, com duas equipas com nome e ambições no campeonato da Divisão Principal de Santarém. Mas a partida de domingo resumiu-se aos minutos iniciais onde se deram as principais incidências. Mal tinha soado o apito inicial e já o Cartaxo tinha marcado o que viria a ser o único golo do encontro. Dois jogadores do Fazendense fizeram-se a uma bola no seu meio campo e nenhum lhe tocou. Tiago Dias surgiu desmarcado e rematou com o pé esquerdo, sem dar hipóteses a Pedro Miguel.Estava feito o 1-0 mas a história do encontro podia ter mudado à passagem do quarto de hora. O árbitro Fernando Ferreira assinalou grande penalidade a favor do Fazendense por alegada mão de Bruno Brito em cima da linha de baliza, a defender um remate à queima-roupa. O defesa foi expulso, num lance, em que apesar de próximos, não conseguimos ver se houve razão para a penalidade máxima.Na marcação, Rebita desperdiçou a oportunidade com um remate junto ao poste direito que permitiu a defesa de Tiago Travessa. Com vantagem numérica aos 15 minutos, Filipe Rego trocou Lucas pelo avançado Chaparro. Mas a equipa de Fazendas de Almeirim rubricou uma primeira parte bastante fraca.Foi o Cartaxo que, em contra-ataque, esteve perto do 2-0 com Joel a não conseguir emendar o cruzamento de Tiago para a pequena área. Antes do descanso, Tiago a obrigar Pedro Miguel a boa defesa.O Fazendense entrou com disposição mais atacante no segundo tempo e Carrapato mostrou o melhor de Travessa, após remate que levava selo de golo. Chaparro também teve o golo na cabeça, mas o desvio saiu ao lado da baliza. Ao minuto 58, o Cartaxo reclamou grande penalidade sobre Tiago. Um lance em que o avançado parece ter sido derrubado por Pedro Miguel, que saiu de carrinho aos seus pés já na pequena área.Rebita teve oportunidade de se redimir do penalti falhado mas a boa acção na direita culminou com um remate de pé esquerdo que bateu na barra e ligeiro desvio de Travessa. Os últimos 15 minutos foram de domínio intenso mas inconsequente do Fazendense, apenas com centros dirigidas à área adversária. O Cartaxo reclamou outra grande penalidade, mas Licá entrou sobre Joel acertando na bola. A vitória do Cartaxo aceita-se, tendo sido a equipa que soube aproveitar uma oportunidade e equilibrar o jogo com dez jogadores durante 75 minutos. Vitória do esforço, empenho e solidariedade colectivaPara Cláudio Madruga, técnico que orienta o Cartaxo pela segunda época consecutiva, o resultado da partida espelha o esforço da sua equipa. “O primeiro objectivo era entrar no campeonato a vencer. O que conseguimos com muito esforço, empenho e solidariedade colectiva. Com menos um jogador durante quase todo o jogo, conseguimos ganhar a partida e até tivemos mais oportunidades, em contra-ataque. Estou satisfeito com a vitória e com a atitude, são três pontos para começar”, comentou.Resultado que desilude face às condicionantes do jogoA equipa de Filipe Rego entrou com o pé esquerdo no campeonato e o técnico não estava satisfeito com a exibição. “Face às condicionantes iniciais, com golo sofrido, ao beneficiarmos de um penalti e a equipa adversária ter ficado com dez, é um resultado que nos desilude. Também é difícil jogar em relvado natural a que não estamos habituados por jogarmos em sintético e alguns jogadores ainda não têm a melhor condição. Há que dar os parabéns ao Cartaxo que soube segurar o resultado desde os dois minutos. Não tivemos maturidade para dar a volta à situação. Temos campeonato pela frente e há que ir à procura de melhores dias e da sorte que não tivemos hoje”, afirmou.
Cartaxense vence Fazendense (1-0) e é um dos líderes no arranque da Divisão Principal de Santarém

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...