uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Quem sai aos seus…

Quem sai aos seus…

Edição de 08.09.2010 | Primeiro Plano
Sexta-feira, 3 de Setembro de 2010, foi um dia marcante para o pequeno Pedro. Nessa data trajou-se pela primeira vez como elemento do rancho infantil do Grupo Académico de Danças Ribatejanas de Santarém. A imagem foi registada durante a cerimónia de inauguração do Festival Internacional de Folclore Celestino Graça, junto à estátua do patrono e fundador do evento, bisavô do pequeno Pedro.Na família Graça ninguém vive à sombra da memória do patriarca falecido. Continua-se a respirar folclore e etnografia e as diferentes gerações vão sendo contagiadas pela paixão, contribuindo com a sua participação para a afirmação do grupo escalabitano. Pedro é o mais recente seguidor dos passos de Celestino Graça, apadrinhado pela tia Cristina e pela avó Graça que zelaram nessa tarde pela imagem do petiz, compondo-lhe o fato ou corrigindo-lhe a pose. Porque nestas coisas da etnografia é importante respeitar e traduzir o mais fielmente possível os trajes, as posturas, as danças e cantares de antanho.O pequeno Pedro, acompanhado na primeira fila do grupo infantil pela Beatriz e pela Margarida, ainda não dança. Mas isso não impediu que nessa tarde fosse uma das principais atracções para os fotógrafos e para os membros das comitivas estrangeiras participantes no festival que terminou domingo e que foi criado há 51 anos pelo seu bisavô. João Calhaz
Quem sai aos seus…

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...