uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Lavandaria ScalSeco com preços acessíveis e um bom nível de qualidade

Lavandaria ScalSeco com preços acessíveis e um bom nível de qualidade

Gina Guilherme satisfeita com primeiro ano de actividade da loja em Santarém
Edição de 15.09.2010 | Economia
Situada na rua Brigadeiro Lino Dias Valente, em frente ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Santarém, a lavandaria ScalSeco foi inaugurada há cerca de um ano. A proprietária do espaço, Gina Guilherme, diz estar satisfeita. “Este primeiro ano superou as minhas melhores expectativas. Nunca pensei ‘fazer a loja’ tão depressa. Apesar de ainda não estar a cem por cento já tenho uma boa carteira de clientes. Atingi num ano aquilo que só pensava conseguir em dois”, explica.Gina Guilherme trabalhou numa lavandaria durante quatro anos e quando a loja fechou decidiu abrir um espaço próprio. O seu sonho é ter um estabelecimento na área da restauração, mas como essa oportunidade “ainda não surgiu” resolveu apostar em algo que sabe fazer bem. A empresária começou por abrir a lavandaria num hipermercado da cidade, mas há cerca de dois meses decidiu mudar-se. “Aqui tenho mais liberdade. No hipermercado tínhamos que cumprir horários e trabalhar apenas as horas que eles decidiam. Além disso tínhamos que pagar uma renda exorbitante”, refere.A ScalSeco dispõe de uma máquina de limpeza a seco, máquina de lavar grande, com capacidade para cerca de 18 quilos de roupa e uma máquina de secar. A lavandaria começou apenas com um ferro de passar, mas dado o aumento de clientes e de peças para passar tem, neste momento, três tábuas de passar a ferro. As camisas são as peças de roupa que mais passam. “É a peça de roupa que as pessoas menos gostam de engomar”, esclarece.A lavandaria ScalSeco dispõe de um preçário variado consoante o tipo de roupa a limpar e engomar. A peça mais barata é uma gravata que custa apenas 1.50euros e um vestido de noiva, a peça mais cara, custa 45 euros. Gina Guilherme garante a O MIRANTE que os seus preços são os mais competitivos do mercado. “Tento aliar a qualidade do serviço ao preço acessível a qualquer bolsa. Só com trabalho rigoroso e bem feito e com preços acessíveis se consegue conquistar clientes”, refere.Gina Guilherme considera que este é um negócio com futuro. “A agitação e o stress do dia-a-dia faz com que as pessoas tenham cada vez menos tempo para se dedicarem às actividades domésticas. Se ainda sobra algum tempo para limpar a casa, o mesmo não se pode dizer quanto ao passar a ferro. As pessoas não têm paciência e preferem não o fazer”, afirma.Além do serviço de lavandaria, a ScalSeco também executa arranjos de costura. Gina Guilherme dispõe de uma equipa de duas funcionárias na parte de lavandaria – apenas uma está a tempo inteiro – e outra para os arranjos de costura. A lavandaria está aberta de segunda-feira a sábado das 10h00 às 20h00.
Lavandaria ScalSeco com preços acessíveis e um bom nível de qualidade

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...