uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

É necessário fiscalizar os aterros da Carregueira

Edição de 15.09.2010 | O Mirante dos Leitores
Sempre que vem à baila a problemática dos resíduos perigosos e afins é o nome da Chamusca que surge como principal vítima. Alguém já se preocupou com a situação dos habitantes da freguesia da Carregueira, local onde estão instaladas todas essas infraestruturas miraculosas, que supostamente dariam trabalho aos naturais do concelho (com preferência pelos da freguesia), que tratam o lixo dos outros (a nível nacional) mas deixam-nos a nós com merda até ao pescoço? Preocupam-se com a situação da ponte sobre o Tejo e com os semáforos na vila da Chamusca. Pois a mim preocupa-me mais circular atrás dum camião carregado sabe-se lá com quê, dentro da Carregueira do que os limites de velocidade dentro da Chamusca. Se eles não os cumprem na Carregueira alguém acha que esses condutores vão ser cidadãos exemplares na Chamusca? Eu gostava é que investigassem se estão a ser cumpridas todas as normas e leis que digam respeito ao ambiente nos aterros da Carregueira. Este Verão foi um fartote com incêndios nas referidas instalações. Era um acordar constante em sobressaltado das populações. Qualquer dia temos que fazer as malas à pressa e fugir daqui. Se isso vier a acontecer Deus queira que o vento esteja de feição e leve os fumos tóxicos até à Chamusca. Não é só receberem contrapartidas que supostamente seriam investidas na freguesia da Carregueira. E onde estão elas? João Carlos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...