uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Governo quer concentrar serviços da direcção regional de Lisboa e Vale do Tejo em Santarém

Edição de 22.09.2010 | Economia
O Ministério da Agricultura está a estudar a hipótese de transferir e concentrar os serviços da Direcção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo (DRAP-LVT) nas antigas instalações da Estação Zootécnica Nacional em Santarém. Segundo disse o secretário de Estado do Desenvolvimento Rural, Rui Barreiro, foi já criado um grupo de trabalho conjunto, com representantes da DRAP-LVT e do Instituto Nacional de Recursos Biológicos (INRB) - que detém a gestão das instalações da Zootécnica -, e ainda este mês poderá ser tomada uma decisão. “Não faz sentido deixar degradar este património público da Quinta da Fonte Boa”, sublinhou Rui Barreiro, referindo ainda que as actuais instalações da sede da DRAP-LVT, situadas na Quinta das Oliveiras, junto à EN3, em Santarém, “eram provisórias e precisavam de ser melhoradas”. O governante, que reside em Santarém, ainda não adiantou quanto custará esta transferência, mas frisou que “os meios financeiros não serão um entrave”. “Às vezes só é preciso tomar boas decisões como tomámos quando decidimos trazer o Banco Português de Germoplasma Animal para este espaço da Fonte Boa”, afirmou Rui Barreiro. O secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural adiantou ainda que o Ministério da Agricultura quer fazer um protocolo com a Associação Portuguesa do Cavalo Lusitano para reabilitar o picadeiro da Quinta da Fonte Boa. O objectivo, segundo Rui Barreiro, é o de “não deixar degradar este símbolo da Zootécnica e abrir o espaço à população, para ensino de equitação mas também para a criação de cavalos”. Na Quinta da Fonte Boa, no Vale de Santarém, estão instalados três pólos do Instituto Nacional de Investigação Agrária (INIA), que faz parte do Instituto Nacional de Recursos Biológicos (INRB): a Unidade de Produção Animal, a Unidade de Recursos Genéticos, Reprodução e Melhoramento Animal e o Pólo de Investigação. Já ali funcionam também alguns serviços da DRAP-LVT. A direcção regional tem ainda serviços descentralizados em Vila Franca de Xira, Caldas da Rainha, Abrantes, Torres Vedras e Montijo.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...