uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Políticos com perspectivas diferentes sobre a Frimor em Rio Maior

Edição de 22.09.2010 | Economia
O balanço da Frimor – Feira Nacional de Cebola de Rio Maior varia consoante a cor política dos protagonistas que compõem o executivo municipal. Para o vereador do PS, Daniel Pinto, os 250 anos que a Frimor completa em 2011 são uma boa oportunidade para pensar que rumo deve ser dado à feira. “A Frimor de 2010 foi uma feira eminentemente local e temos que pensar que público se quer para a feira: local, regional ou nacional. Tem que se decidir se a feira é para continuar assim, com os vendedores na rua, com ar de feira franca, ou deverá evoluir para outro figurino com maior capacidade de atracção e dinâmica”, sugeriu Daniel Pinto.Para Nuno Malta (CDS-PP), vereador da autarquia a quem coube a organização da feira, tudo correu pelo melhor, com muitos visitantes, abertura do certame à cidade e com ecos positivos transmitidos de vários quadrantes. “Se a feira não é de nível nacional é porque anteriores executivos quase iam acabando com a Frimor”, respondeu o vereador ao autarca do PS.A presidente da Câmara de Rio Maior também alinhou na análise à Frimor. Isaura Morais (PSD) reconheceu a necessidade de modernizar o certame mas de forma ajustada à realidade do concelho. Lembrou que a feira teve colóquios, com destaque para as relações entre Rio Maior e representações de Cabo Verde e do Brasil, que puderam avaliar melhor o sentido da realização de geminações e de colaboração no sector educativo, em particular com a Escola Superior de Desporto. “Este é o tipo de feira que as pessoas gostam. O tempo ajudou e os vendedores são quase todos do concelho das Caldas da Rainha. Houve mais movimentação na cidade com a abertura da rua António Barata à feira. Na minha opinião, Rio Maior comporta duas feiras, uma em Março, outra em Setembro. Esperamos ter em 2011 um grande evento a nível nacional”, analisou Isaura Morais.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...