uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
RPP Solar com novo arranque de produção anunciado para Outubro

RPP Solar com novo arranque de produção anunciado para Outubro

Novidade foi avançada pelo empresário Alexandre Alves aos deputados do PS que visitaram o empreendimento

Desde que o projecto foi apresentado publicamente, em Setembro de 2009, já foram indicadas duas datas para o início de produção: Março e Julho de 2010.

Edição de 22.09.2010 | Economia
A RPP Solar, unidade de produção dos painéis solares instalada perto do Pego, Abrantes, deverá iniciar a sua produção a partir de Outubro. A novidade foi avançada pelo promotor do investimento, Alexandre Alves, aos deputados do Partido Socialista com assento na Assembleia da República eleitos pelo círculo de Santarém durante uma visita realizada à fábrica na tarde de sexta-feira, 17 de Setembro. Apesar de ter autorizado a entrada nas instalações, o empresário não quis, no entanto, prestar declarações aos jornalistas que acompanhavam a comitiva. Refira-se que, até ao momento e desde que o projecto foi apresentado publicamente, em Setembro de 2009, já foram indicadas duas datas para o início de produção da RPP Solar: Março e Julho.De acordo com explicações do empresário aos deputados Anabela Freitas, João Sequeira e João Galamba, a fábrica vai começar a produzir painéis solares foto-voltaicos em Outubro para satisfazer encomendas de 73 milhões de euros até ao final do ano. As obras, de acordo com o que O MIRANTE pode observar, encontram-se numa fase avançada, devendo o cais de embarque ficar concluído na próxima semana. No local, foi possível ver vários trabalhadores da construção civil mas, de acordo com o apurado, falta ainda tratar da instalação da água, luz e rede de esgotos, empreitadas que já estão todas adjudicadas disse Nelson de Carvalho, ex-presidente da Câmara de Abrantes e actual director de formação e projectos especiais da empresa.Instalada num terreno na freguesia da Concavada com 82 hectares, a fábrica representa um investimento de 1072 milhões de euros. O projecto visa “agregar” toda a cadeia de produção de energia solar e promete a criação de 1900 postos de trabalho até 2013. Nesta fase, segundo disse o empresário, os primeiros 120 funcionários encontram-se a receber formação, acrescentando ainda que “a primeira nave está pronta para receber as linhas de montagem”, que vão ter nove robôs de tecnologia alemã. Alexandre Alves disse ainda aos deputados que a empresa tem, até Dezembro, “contratualizadas vendas no valor de 73 milhões de euros, todas para exportação”.Depois de concluídas as quatro fases previstas de investimento, a RPP Solar vai ser constituída por cinco fábricas, um centro de investigação, 60 engenheiros e uma produção estimada de um gigawatt em 2015, num projecto global integrado que irá efectuar todo o processo de produção, desde o tratamento do silício ao fabrico dos lingotes, das células e, finalmente, dos módulos foto-voltaicos. Vai contar com uma área de construção coberta de 28.500 metros quadrados e vai ter 7,5 quilómetros de fibra óptica e 15 quilómetros de cabo, com cave, linhas de montagem no piso zero e escritórios para os serviços administrativos e laboratórios de investigação, no primeiro andar. Alexandre Alves anunciou ainda que os funcionários vão contar com assistência médica e que existe a intenção de se vir a construir uma creche. O deputado João Galamba afirmou ter ficado “bastante agradado” pela forma como está a evoluir o projecto no terreno. “Esta fábrica é importante para a região e para o país, em termos de empregabilidade, competitividade e componente exportadora, numa área bastante importante como é o caso das energias renováveis”, afirmou. “Saio daqui com boas perspectivas pela forma como está a evoluir um projecto que recebeu 130 milhões de euros no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional e que se apresenta como um dos grandes projectos a serem feitos na região e, pela sua dimensão, no país”, salientou. Instigado a falar do ponto em que se encontra o projecto por O MIRANTE, Alexandre Alves mostrou-se irredutível e apenas referiu que a obra fala por si, recordando que há cerca de um ano esta área era apenas um eucaliptal.
RPP Solar com novo arranque de produção anunciado para Outubro

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...