uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Elogios na despedida do comandante do Regimento de Manutenção do Entroncamento

Elogios na despedida do comandante do Regimento de Manutenção do Entroncamento

Almoço de despedida serviu ainda para o coronel Salvado Alves retribuir o seu agradecimento a diversas instituições
Edição de 22.09.2010 | Sociedade
Aplaudido de pé e elogiado por todos pelo trabalho que fez junto da comunidade. Foi deste modo que dezenas de convidados homenagearam o comandante do Regimento de Manutenção do Entroncamento, coronel João Salvado Alves, num almoço de despedida realizado a 15 de Setembro nas instalações do quartel militar. Ladeado pelo presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Jaime Ramos, e pela presidente da Assembleia Municipal, Isilda Aguincha, o coronel Salvado Alves mostrou que um homem não é de ferro e foi com a voz trémula pela emoção que proferiu algumas palavras. “Foi sempre com enorme orgulho que senti a inclusão da minha unidade na dinâmica estruturante das forças vivas da região”, confessou, acrescentando que ao longo dos últimos três anos “muitos foram os desafios que teve que enfrentar, sendo que todos foram assumidos e superados colectivamente”. De partida para as Oficinas Gerais de Materiais de Engenharia, em Lisboa, manda o protocolo militar que o comandante que sai não se cruze com o próximo. Na ocasião, alguns convidados fizeram questão de dizer algumas palavras, elogiando o trabalho e a colaboração que o Regimento de Manutenção prestou à comunidade nos últimos anos, ficando a ideia geral de que, sob o comando do coronel Salvado Alves, as portas do quartel estiveram “mais abertas à população”. Fazendo uma pequena súmula da sua experiência à frente do Regimento de Manutenção Militar, Salvado Alves refere que foram criadas “energias” na interacção com as entidades dinamizadoras da região, considerando que o repto de 55 anos da presença militar no Entroncamento “só se completa com a integração das populações de onde emana a vontade colectiva da defesa da nossa entidade nacional”. Por este motivo, o almoço de despedida serviu ainda para o comandante prestar o seu agradecimento a diversas instituições não só do Entroncamento como de Torres Novas, pela colaboração prestada, entregando a todos uma pequena lembrança. “Parto muito mais rico do que cheguei. Levo comigo um grupo de amigos que sempre recordarei com simpatia e amizade”, frisou no final, visivelmente emocionado.
Elogios na despedida do comandante do Regimento de Manutenção do Entroncamento

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...