uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Unidade de Cuidados Continuados do Entroncamento já funciona

Dispõe de 70 camas para doentes que se encontrem em situação de dependência
Edição de 22.09.2010 | Sociedade
A Unidade de Cuidados Continuados do Entroncamento começou a funcionar na segunda-feira, 20 de Setembro, anunciou a Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo.O equipamento, destinado à prestação de cuidados de saúde e de apoio social a doentes que se encontrem em situação de dependência, dispõe de 70 camas, estando 40 afectas à unidade de internamento de média duração e reabilitação e as restantes 30 destinadas à unidade de longa duração e manutenção. A Unidade de Cuidados Continuados pertence à Santa Casa da Misericórdia do Entroncamento e representou um investimento de 4,3 milhões de euros, com o apoio financeiro de 750 mil euros da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo. Os restantes 3,5 milhões de euros provêm de um empréstimo bancário contraído pela instituição que será pago em 15 anos. Vera Lúcia Araújo é a médica responsável pela Unidade de Cuidados Continuados que está localizada entre a Rua Amália Rodrigues e Rua José Régio, perto da estrada da Barroca, na freguesia de Nossa Senhora de Fátima.O protocolo que permite a abertura da Unidade de Cuidados Continuados foi assinado na sexta-feira em Lisboa entre a ARS, a Segurança Social e a Santa Casa da Misericórdia do Entroncamento. As Unidades de Cuidados Continuados visam contribuir para a gestão das altas hospitalares de doentes agudos, permitindo a utilização dessas camas para internamento de outro tipo de doentes. Pretendem ainda proporcionar cuidados que previnam e retardem o agravamento da situação de dependência, bem como promover a reabilitação, estabilização clínica e promoção da independência dos utentes.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...