uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

“Antes as pessoas que tinham um animal consideravam-no um objecto”

Edição de 29.09.2010 | Dia do Animal
Regina Duarte considera que a procura de animais passa muito por modas e que actualmente as pessoas têm uma tendência para procurar mais os animais exóticos do que os cães e gatos, “porque para além de serem mais originais, dão menos trabalho, ocupam menos espaço e são mais económicos”. Os animais mais procurados na loja O Koala são a chinchila, o porquinho-da-índia e os coelhos. A proprietária recusa-se a ter na loja animais como cobras ou iguanas, mas não por medo. “É uma questão de princípio. Considero que esses animais não devem estar fechados em casa, mas sim viverem livres na natureza, porque são animais selvagens. Não são animais domésticos”, aponta. Regina Duarte discorda com as vozes que dizem que animais desta dimensão não servem de companhia nem são inteligentes e conta uma das suas experiências pessoais. “Tive um rosicoli (pássaro) que me aparecia à solta na loja e eu não conseguia descobrir como é que ele fugia. Até que percebi que ele empurrava o estrado da gaiola para conseguir sair e quando chegava cá fora empurrava-a para dentro”, diz com um largo sorriso. A proprietária da loja O Koala considera que a atitude das pessoas para com os animais mudou para melhor nos últimos anos e que há uma maior consciencialização em relação aos direitos dos animais. “As pessoas dantes tinham um animal, mas consideravam-no um objecto. Era um bibelô que tinham para enfeitar a casa. Hoje já há carinho e muita preocupação e as pessoas investem mais no conforto e nas condições que dão aos animais”, refere. Ainda assim, Regina tenta educar na loja os compradores dos diversos animais. “Quando vejo que não há interesse dos pais em levar os animais, tento que as crianças não os levem. Porque já sabemos que os miúdos depois se cansam rapidamente e depois os animais são abandonados. Penso que cabe também a cada um de nós esse papel de educadores, para prevenirmos o abandono, quando vemos que não há grande interesse e que é só a criança que quer, por ser uma novidade”.No dia 2 de Outubro vai realizar-se na Cercipóvoa, na Póvoa de Santa Iria, concelho de Vila Franca de Xira, uma exposição de animais exóticos, com hamsters, porquinhos da índia e coelhos anões, entre as 11h00 e as 19h00.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...