uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Drª Rute Porém, médica veterinária Pata a Pata e Companhia Clínica Veterinária (Alverca)

Edição de 29.09.2010 | Dia do Animal
“Os cães e os gatos também fazem fisioterapia”Na clínica veterinária Pata a Pata e Companhia surgem sobretudo cães e gatos para tratamento. Segundo a Drª Rute Porém, há muitos casais jovens hoje em dia que não têm filhos e que têm um cão ou um gato em casa para companhia, ou mesmo pessoas que vivem sozinhas e que procuram fugir ao isolamento através da companhia de um desses animais. Os animais domésticos mais procurados são os cães e os gatos “porque obviamente o tipo de interacção e os laços que se criam com um cão ou com um gato não são os mesmos do que um réptil”, explica.A médica veterinária considera que em Alverca, por ser um espaço urbano, as pessoas têm tendência a ter em casa cães de porte pequeno ou então gatos. “Cada vez temos espaços mais pequenos e casas mais pequenas. E os cães de porte pequeno comem menos, são mais transportáveis, o que facilita quando chega à questão das férias. Por outro lado, há também um aumento dos gatos nesta zona, porque são mais independentes e suportam mais tempo sem os donos”, refere.Para esta responsável, a atitude das pessoas face aos animais está a mudar lentamente. “Principalmente as pessoas mais jovens, que já pesquisaram na internet e já estão consciencializadas que é preciso fazer a vacinação e desparasitação dos animais por questões de saúde e segurança”, sublinha.Na clínica Patas a Pata e Companhia faz-se também fisioterapia para cães e gatos. Tal como nas pessoas, também com os animais a fisioterapia ajuda em casos de reumatismo e problemas nas articulações. “Fazemos massagem e tratamentos com frios e quentes. Treinamos aqui os donos para que depois possam realizar as sessões em casa, tendo em conta as limitações dos animais, os tipos de lesão e as limitações dos donos, porque se forem pessoas idosas não lhes posso pedir que se ponham de joelhos a dar massagens ao cão”, explica, realçando que as sessões têm tido muito bons resultados.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...