uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
O correeiro de Vila Franca de Xira apaixonado pela festa brava

O correeiro de Vila Franca de Xira apaixonado pela festa brava

Edição de 29.09.2010 | Primeiro Plano
Tem 77 anos no corpo, mas não no coração. Diz que trabalhar nunca matou ninguém e assim o faz desde tenra idade. Ocupa o seu tempo com os fiéis amigos a conversar sobre uma Vila Franca de outrora ou de volta da linha e da agulha. “Olhe, prove lá esta pomada que eu conto-lhe mais uma história”, propôs embriagando o jornalista com boas histórias acompanhadas dos licores que fabrica. Já fez de tudo na vida, mas o seu amor é o couro. As mãos estão visivelmente calejadas. Orgulha-se de já ter feito selas para a Rainha da Inglaterra e para mais nobres toureiros de Portugal e Lourenço Marques, hoje Maputo, Moçambique. O seu “retiro espiritual” é a oficina, onde as paredes não têm tinta, mas sim todos os cartazes das touradas que assistiu. Lá, trabalha horas a fio: tem uma máquina, mas gosta mais de coser à mão. Tudo o que faz é para oferecer. Aos melhores e aos mais novos da arena não cobra porque se o seu amor é o couro a festa brava é a sua paixão. Este correeiro ribatejano só lamenta uma coisa na vida: ter sido seleccionado para a Banda do Quartel de Mafra, mas não ter visto no saxofone um futuro. Hoje não toca, mas encanta com as histórias e com o humor peculiar: “A minha companheira já partiu, mas sabe uma coisa? Vila Franca tem uma coisa especial: a gente está lá, mas estamos a ver os toiros cá em baixo!”Dennis Ferreira
O correeiro de Vila Franca de Xira apaixonado pela festa brava

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...