uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Calçadas históricas de Ourém recuperadas e abertas ao público

Calçadas históricas de Ourém recuperadas e abertas ao público

Edição de 29.09.2010 | Sociedade
As calçadas medievais de Carapita e Mulher Morta, freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias, Ourém, foram limpas, requalificadas e estão agora preparadas para serem visitadas. Os dois percursos foram cortados ao trânsito automóvel e vão ser instalados painéis informativos sobre a envolvência vegetal. Na tarde de sábado, 25 de Setembro, uma pequena cerimónia informal deu a conhecer o novo aspecto dos caminhos. Apesar da designação tradicional de “calçadas romanas” não há dados seguros acerca da época a que remontam. As duas calçadas foram sujeitas a uma limpeza que deu a conhecer a sua real dimensão. Em Mulher Morta o percurso termina junto a uma moradia, cuja ligação à rede de água já danificou parte da calçada. Em Carapita a requalificação incidiu apenas em parte do trajecto, uma vez que outra parte situa-se em terrenos privados. Segundo as técnicas municipais, vão realizar-se ainda sondagens arqueológicas nessas zonas. As lacunas das calçadas vão ser colmatadas e vai-se definir qual a metodologia mais correcta para agir no terreno. A limpeza dos espaços contou com o apoio operativo da AmbiOurém e da Junta de Freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias. O vereador José Alho (PS) manifestou-se satisfeito com o trabalho realizado. “Penso que estamos a fazer a diferença na dinamização para o centro histórico”, ligando a requalificação das calçadas à recente abertura da Ucharia do Conde. “Julgo que as coisas em termos culturais e patrimoniais estão a seguir um caminho diferente”. O presidente do município, Paulo Fonseca (PS), declarou que “os povos só têm orgulho se tiverem passado” e “temos que ter capacidade para valorizar o passado, fazendo desta terra uma jóia da coroa”. “Esta terra tem muitos elementos de valorização histórica” que podem servir de sustentabilidade económica. O autarca referiu que tem procurado falar da vila histórica fora do município, referindo que muitas pessoas desconhecem a existência desse espaço ao lado do Castelo.
Calçadas históricas de Ourém recuperadas e abertas ao público

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...