uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Quercus diz que novo aeroporto terá impactos "brutais"

Edição de 29.09.2010 | Sociedade
O período de consulta pública do Estudo de Impacto Ambiental do novo aeroporto de Lisboa terminou sexta-feira, tendo a Quercus sido uma das entidades a enviar um parecer, no qual afirma que a infraestrutura terá impactos "brutais". No âmbito da consulta pública, que teve início a 26 de Julho, serão considerados e apreciados todos pareceres que forem enviados à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) até ao final desse dia.A associação ambientalista Quercus foi uma das entidades que se pronunciou sobre o projecto. “Continuamos a ter muitas incertezas”, nomeadamente ao nível da procura e da necessidade de um investimento desta envergadura, disse Carla Graça, da direcção nacional da Quercus.“Será que vamos ter uma procura que justifique um aeroporto para 22 milhões de passageiros/ano?”, questionou, afirmando ter “dúvidas sobre a necessidade, neste preciso momento, de um novo aeroporto desta envergadura” quando estão a ser feitos “investimentos avultados” na Portela que vão “potenciar o aumento da oferta”.Sobre a localização do novo aeroporto, Carla Graça afirmou que, apesar de ter havido “uma tentativa séria” de integrar a infraestrutura numa zona em que os impactos fossem menores, “vai haver um impacto muito grande”.De acordo com Carla Graça “vão ser afectados 1.200 hectares de montado” (sobreiros) e o aquífero vai sofrer impactos. “Os impactos são brutais e consideramos que não será neste momento uma prioridade um aeroporto com esta magnitude sem se esgotarem todas as outras possibilidades com menores impactos”, disse, recordando que a associação ambientalista defendeu a solução "Portela + 1".O Governo anunciou, em Maio, que tinha decidido "protelar" uma decisão sobre o modelo de privatização da ANA - Aeroportos e a construção do novo aeroporto, devido à "instabilidade financeira". O novo aeroporto de Lisboa, que será construído na zona do Campo de Tiro de Alcochete, representa um investimento de cerca de 4,9 mil milhões de euros (incluindo a construção e o valor a investir no período da concessão).A Declaração de Impacto Ambiental (DIA) do novo aeroporto deverá ser emitida entre Outubro e Dezembro deste ano, segundo o calendário da Naer, empresa responsável pelo projecto do novo aeroporto.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...